Bubaque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bissagos 250 txu-oclc-6595921-nc28-2.jpg

Bubaque é uma das ilhas do Arquipélago dos Bijagós na Guiné-Bissau, administrativamente pertence à região de Bolama e ao sector de Bubaque. Nesta ilha também está assentada a cidade de Bubaque.

A ilha de Bubaque, com uma área de 48 km², dezoito dos quais são pântanos alagados pelo oceano durante a maré alta, está situada no canto sudeste do arquipélago.

A ilha é conhecida por sua vida selvagem e tem uma área florestal muito grande, sendo uma importante atração turística para a nação.

História[editar | editar código-fonte]

É a ilha mais afectada pela presença dos europeus, escolhida pelos colonizadores alemães antes da I Guerra Mundial e pelo Governo Português depois de 1920, como o centro principal das suas actividades no arquipélago. Os alemães construíram aqui uma fábrica para a extracção do óleo de palma (da espécie Elaeis guineensis); um porto para navios de pequena e média tonelagem na parte setentrional e uma quinta experimental em Etimbato.[1]

Localização[editar | editar código-fonte]

11°14'48.5"N 15°52'13.2"W

Referências

  1. Luigi SCANTAMBURLO, Etnologia dos bijagós da Ilha de Bubaque.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Guiné-Bissau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.