Cão de rua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cão de rua em Moscou
Cão de rua tomando sol

Cão de rua é a denominação para cães que vivem parte do dia fora de casa devido a liberdade dos proprietários, cães que foram abandonados ou perdidos ou aqueles que já nasceram nas ruas e em determinadas situações se juntam para formar colônias onde se adaptam à vida na rua e aprendem a produzir estratégias de sobrevivência para obtenção de alimentos e que em determinados casos, aprendem defesas contra os seres humanos, quer de ataque quer simplesmente se afastando deles evitando qualquer tipo de aproximação.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Cães de rua podem ser de raça pura ou sem raça definida, porém a maior parte são vira-latas. A superpopulação dos cães de rua podem causar problemas para as sociedades em que vivem por isso as campanhas para adoções e castrações são implementadas. Eles tendem a ser diferentes dos cães rurais que vivem livres em' seus conjuntos de habilidades, socialização, e os efeitos ecológicos. Sua fonte de alimento geralmente são lixos e sobras de alimentos dos restaurantes, além de haver pessoas que oferecem comida, um atitude contraditória, uma vez que sobras como ossos podem afetar o seu trato digestivo ou causar engasgos e afogamento, assim como os sacos onde se colocam a comida, onde podem vir a ser engolido causando a morte. Outros fatores sobre esse tipo de atitude é uma possível infecção intestinal. Passam a maior parte do dia perambulando pelas rua em busca de alimento, e a noite se abrigam em locais onde possam manter o calor de seus corpos, muitas vezes suportam as mudanças climáticas como calor intenso e fortes correntes frias. A grande maioria dos cães nessa situação são os indivíduos que são abandonados por pessoas que compram o animal, mas por algum motivo não pode sustentá-los ou enviá-los para o canil, muitos desses casos anteriores de abuso originou a Declaração Universal dos Direitos dos Animais.

Problemas sociais[editar | editar código-fonte]

Cães de rua causam problemas em diversas áreas, uma das medidas para seu controle é a carrocinha, denominação popular para as instituições de zoonose geralmente no âmbito municipal. Um dos principais problemas dos cães de rua são as doenças infecciosas que esses podem transmitir tanto para outros cães e animais como para humanos. Fora da Europa e América do Norte, eles desempenham um papel importante na transmissão da raiva. Outro problema, mas menos notável e o risco que representam para o trânsito tanto em rodovias como áreas urbanas. Em setembro de 2013 uma criança romena de quatro anos foi morta e consumida por cães rua em Bucareste1

Literatura[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências