Carcinoma de células em anel de sinete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Célula em anel de sinete)
Ir para: navegação, pesquisa
Carcinoma de células em anel de sinete
Carcinoma de células em anel de sinete no estômago. As células em anel de sinete podem ser observadas na metade inferior da imagem, enquanto na parte superior é visível o epitélio gástrico.
Classificação e recursos externos
ICD-O: M8490/3
MeSH D018279
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Carcinoma de células em anel de sinete é uma malignidade epitelial caracterizada pelo aparecimento histológico de células em anel de sinete. É uma forma de adenocarcinoma que produz mucina.[1] Quando um adenocarcinoma contém mais de 50% de células em anel de sinete passa a ser denominado carcinoma de células em anel de sinete.[2] Embora seja mais frequente a ocorrência em células glandulares do estômago, pode desenvolver-se noutras partes do corpo[3] como, por exemplo, na próstata,[4] bexiga, vesícula biliar,[5] mama, cólon,[6] estroma ovárico ou testículos.[7] Pode igualmente ser observado em carcinomas das células renais. No entanto, muitos casos de carcinoma de células em anel de sinete são raros, e geralmente não se formam nos pulmões, estômago ou bexiga, embora tenha havido alguns casos nestas áreas. Este tipo de carcinoma aparece principalmente em mulheres e pacientes jovens, enquanto que o carcinoma na bexigo ocorre principalmente em homens entre os 38 e 83 anos de idade.[8] Alguns casos são hereditários e causados muitas vezes por mutações no gene CDH1.[9]

Referências

  1. el-Zimaity HM, Itani K, Graham DY (Outubro de 1997). «Early diagnosis of signet ring cell carcinoma of the stomach: role of the Genta stain». J. Clin. Pathol. 50 (10): 867–8. PMC 500272Acessível livremente. PMID 9462273. doi:10.1136/jcp.50.10.867 
  2. «Pure Signet-ring Cell Carcinoma of Lung by Fine Needle Aspiration in a Smoking Asian American: Case Report and Literature Review» (PDF). Clinical & Experimental Pathology. pp. 1985–1990. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  3. «What is a Signet Cell Cancer?». CancerHelp UK. Cancer Research UK. Consultado em 2 de dezembro de 2012 
  4. Leong FJ, Leong AS, Swift J (1996). «Signet-ring carcinoma of the prostate». Pathol. Res. Pract. 192 (12): 1232–8; discussão 1239–41. PMID 9182294. doi:10.1016/S0344-0338(96)80156-7 
  5. Jain V, Gupta K, Kudva R, Rodrigues GS (2006). «A case of ovarian metastasis of gallbladder carcinoma simulating primary ovarian neoplasm: diagnostic pitfalls and review of literature». Int. J. Gynecol. Cancer. 16 Suppl 1: 319–21. PMID 16515613. doi:10.1111/j.1525-1438.2006.00335.x 
  6. Makino T, Tsujinaka T, Mishima H; et al. (2006). «Primary signet-ring cell carcinoma of the colon and rectum: report of eight cases and review of 154 Japanese cases». Hepatogastroenterology. 53 (72): 845–9. PMID 17153438 
  7. Michal M, Hes O, Kazakov DV (2005). «Primary signet-ring stromal tumor of the testis». Virchows Arch. 447 (1): 107–10. PMID 15909171. doi:10.1007/s00428-005-1218-2 
  8. «Primary Signet-Ring Cell Carcinoma of the Urinary Bladder». Cancer. pp. 1985–1990. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  9. «Office of Rare Diseases Research: Diffuse Gastric Cancer». National Institute of Health. National Institute of Health. pp. 84–85. Consultado em 12 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]