Carl-Eduard von Bismarck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carl-Eduard von Bismarck
Principe Carl Eduard von Bismarck-Schoenhausen e esposa Princesa Alessandra von Bismarck-Schoenhausen
Nome completo Carl-Eduard Otto Wolfgang Jayme Anders, Principe de Bismarck-Schönhausen
Nascimento 16 de fevereiro de 1961 (59 anos)
Zurique, Suíça
Nacionalidade Alemanha Alemão
Progenitores Mãe: Condessa Elisabeth Lippens
Pai: Príncipe Ferdinand von Bismarck
Cônjuge Laura Harring (1987-1989)
Celia Demaurex (1997-2004)<br Alessandra Silvestri (2016- )
Ocupação Político

Carl-Eduard Otto Wolfgang Jayme Anders, Conde de Bismarck-Schönhausen (Zurique, 16 de fevereiro de 1961) é um político Alemão (CDU).

Família e Educação[editar | editar código-fonte]

Bismarck é o primeiro filho do advogado Ferdinand Príncipe de Bismarck, neto do político membro da CDU Otto Christian Archibald, Príncipe de Bismarck, o bisneto de Herbert, Príncipe de Bismarck e tetraneto do estadista e primeiro Chanceler Alemão, Otto von Bismarck.

A irmã mais nova de Carl-Eduard, a Condessa Vanessa de Bismarck-Schönhausen (Hamburgo, 26 de Março 1971) trabalha como relações públicas nos Estados Unidos. O irmão, o Conde Gottfried von Bismarck-Schönhausen morreu de ataque cardíaco em 2007.

Depois de realizados os Abitur em 1982, em Wentorf, foi cadete no exército e, entre 1985 e 1989 estudou Economia.

Entre 1989 e 1992, trabalhou para a empresa Investor Treuhand, em Düsseldorf. Desde 1993 trabalha para a Administração Principesca Bismarck (Fürstlich von Bismarck'schen Verwaltung) em Friedrichsruh.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Tornou-se membro da CDU em 1995 e foi eleito vice-presidente da CDU no Ducado de Lauenburg, em 1999 (o seu antepassado, Otto von Bismarck, tinha sido Duque de Lauenburg nos anos 90 do século XIX).

Quando Peter Harry Carstensen se tornou primeiro-ministro de Schleswig-Holstein, Bismarck substituiu no Bundestag, o parlamento alemão.

Nas eleições federais de 2005, ganha o seu círculo eleitoral com 44,4% dos votos.

Abandonou o mandato a 19 de Dezembro de 2007.[1] Se tivesse saído em Janeiro, como previsto, seria elegível para uma pensão, o que incitaria mais críticas.[1]

Titulos[editar | editar código-fonte]

  • 1961–2019: Carl-Eduard Otto Wolfgang Jayme Anders, Conde de Bismarck-Schönhausen
  • 2019–: Sua Alteza Serena Principe de Bismarck

Referências