União Democrata-Cristã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
União Democrata-Cristã
Christlich-Demokratische Union Deutschlands
Cdu-logo.svg
Líder Angela Merkel
Fundação 26 de junho de 1945
Sede Berlim,  Alemanha
Ideologia Democracia cristã
Conservadorismo liberal
Ordoliberalismo
Espectro político Centro-direita
Publicação Union
Ala jovem Junge Union
Membros  (2013) 469.575
Afiliação nacional A União
Afiliação internacional Internacional Democrata Centrista
União Internacional Democrata
Afiliação europeia Partido Popular Europeu
Grupo no Parlamento Europeu Grupo do Partido Popular Europeu
Bundestag
254 / 630
Parlamento Europeu
29 / 96
Parlamentos Regionais
530 / 1 821
Ministro-presidente
6 / 16
Cores Preto (tradicional)
Laranja (oficial)
Página oficial
http://www.cdu.de

A União Democrata-Cristã (em alemão: Christlich-Demokratische Union Deutschlands – CDU) é um partido político alemão de ideologia conservadora e situado à direita no espectro político. No estado (Land em alemão) da Baviera a CDU não concorre às eleições, sendo ali representada por seu partido-irmão, a União Social-Cristã da Baviera (CSU, Christlich-Soziale Union). A coligação CDU/CSU é conhecida como a União no Bundestag.

O partido é liderado, desde o ano 2000, por Angela Merkel,[1] atual chanceler da Alemanha. Defensor da democracia cristã, a CDU é um membro do Partido Popular Europeu (PPE) no Parlamento Europeu. Internacionalmente, é membro da Internacional Democrata Centrista e da União Internacional Democrata. Atualmente, é o maior partido da Alemanha, seguido pelo Partido Social-Democrático da Alemanha (SPD, Sozialdemokratische Partei Deutschlands).

Plataforma política[editar | editar código-fonte]

A actuação da CDU se baseia nos princípios da democracia cristã, com ênfase No "entendimento cristão dos humanos e suas responsabilidades perante a Deus". No entanto, os membros do partido são de várias religiões e até mesmo a-religiosos. As políticas do CDU derivam do catolicismo político, da doutrina social da igreja católica e das principais igrejas protestantes da Alemanha. A CDU foi o primeiro proponente da economia social de mercado, apesar de ter adoptado políticas económicas liberais desde o mandato de Helmut Kohl enquanto chanceler da Alemanha (1982–1998).

No que diz respeito à política externa, a CDU se compromete com a integração europeia e a manter os melhores laços possíveis com os Estados Unidos. Tem reservas em relação à entrada da Turquia à União Europeia (UE), preferindo por enquanto manter parcerias privilegiadas com o país. Em adição às violações de direitos humanos, a CDU defende que o não-reconhecimento da soberania de Chipre pela Turquia impossibilita sua entrada na UE, uma vez que há na união supranacional a regra de que seus membros devem reconhecer uns aos outros.

Em relação à política interna, o CDU defende a redução da burocracia estatal e a preservação das tradições culturais alemãs. Sendo um partido conservador, a CDU defende maior punição a criminosos e o envolvimento da Bundeswehr em actividades domésticas de contra-terrorismo e de prevenção de catástrofes naturais. No que diz respeito à imigração, Defende ainda a integração dos imigrantes através de cursos de alemão, mas e pretende tomar acções que restrinjam ainda mais a imigração. Para o partido, a dupla nacionalidade só deve ser permitida em casos excepcionais.

Os principais oponentes da CDU são o Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), o Partido de Esquerda e a Aliança 90/Os Verdes. Apesar disso, a CDU já governou em dois governos de coligação com o SPD e a nível estadual com a Aliança 90/Os Verdes. O partido rejeita coligações com o Partido de Esquerda e com partidos de extrema-direita. O Partido Democrático Livre (FDP, Freie Demokratische Partei), um partido conservador no campo social e liberal no campo económico, é o parceiro preferido do CDU para coligações, uma vez que ambos têm atitudes semelhantes no que diz respeito à política fiscal.

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Líder M. Uninominal M. Proporcional Deputados +/- Status
CI. Votos % +/- Votos % +/-
1949 Konrad Adenauer 2.º 5 978 636
25,2 / 100,0
115 / 402
Governo
1953 Konrad Adenauer 1.º 9 577 659
34,8 / 100,0
1.º 10 016 594
36,4 / 100,0
Aumento11,2
197 / 509
Aumento82 Governo
1957 Konrad Adenauer 1.º 11 975 400
39,7 / 100,0
Aumento4,9 1.º 11 875 339
39,7 / 100,0
Aumento3,3
222 / 519
Aumento25 Governo
1961 Konrad Adenauer 2.º 11 622 995
36,3 / 100,0
Baixa3,4 2.º 11 283 901
35,8 / 100,0
Baixa3,9
201 / 521
Baixa21 Governo
1965 Ludwig Erhard 2.º 12 631 319
38,9 / 100,0
Aumento2,6 2.º 12 387 562
38,0 / 100,0
Aumento2,2
202 / 518
Aumento1 Governo
1969 Kurt Georg Kiesinger 2.º 12 137 148
37,1 / 100,0
Baixa1,8 2.º 12 079 535
36,6 / 100,0
Baixa1,4
201 / 518
Baixa1 Oposição
1972 Rainer Barzel 2.º 13 304 813
35,7 / 100,0
Baixa1,4 2.º 13 190 837
35,2 / 100,0
Baixa1,4
186 / 518
Baixa15 Oposição
1976 Helmut Kohl 2.º 14 423 157
38,3 / 100,0
Aumento2,6 2.º 14 367 302
38,0 / 100,0
Aumento2,8
201 / 518
Aumento15 Oposição
1980 Helmut Kohl 2.º 13 467 207
35,6 / 100,0
Baixa2,7 2.º 12 989 200
34,2 / 100,0
Baixa3,8
185 / 519
Baixa16 Oposição
1983 Helmut Kohl 1.º 15 943 460
41,0 / 100,0
Aumento5,4 2.º 14 857 680
38,1 / 100,0
Aumento3,9
202 / 520
Aumento17 Governo
1987 Helmut Kohl 2.º 14 168 527
37,5 / 100,0
Baixa3,5 2.º 13 045 745
34,4 / 100,0
Baixa3,7
185 / 519
Baixa17 Governo
1990 Helmut Kohl 1.º 17 707 574
38,3 / 100,0
Aumento0,8 1.º 17 055 016
36,7 / 100,0
Aumento2,3
268 / 662
Aumento83 Governo
1994 Helmut Kohl 2.º 17 473 325
37,2 / 100,0
Baixa1,1 2.º 16 089 960
34,2 / 100,0
Baixa2,5
244 / 672
Baixa24 Governo
1998 Helmut Kohl 2.º 15 854 215
32,2 / 100,0
Baixa5,0 2.º 14 004 908
28,4 / 100,0
Baixa5,8
198 / 669
Baixa46 Oposição
2002 Angela Merkel 2.º 15 336 512
32,1 / 100,0
Baixa0,1 2.º 14 167 561
29,5 / 100,0
Aumento1,1
190 / 603
Baixa8 Oposição
2005 Angela Merkel 2.º 15 390 950
32,6 / 100,0
Aumento0,5 2.º 13 136 740
27,8 / 100,0
Baixa1,7
180 / 614
Baixa10 Governo
2009 Angela Merkel 1.º 13 856 674
32,0 / 100,0
Baixa0,6 1.º 11 828 277
27,3 / 100,0
Baixa0,5
194 / 622
Aumento14 Governo
2013 Angela Merkel 1.º 16 233 642
37,2 / 100,0
Aumento5,2 1.º 14 921 877
34,1 / 100,0
Aumento6,8
255 / 631
Aumento61 Governo
2017 Angela Merkel 1.º 14 027 804
30,2 / 100,0
Baixa7,0 1.º 15 315 576
26,8 / 100,0
Baixa7,3
200 / 709
Baixa55

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/-
1979 2.º 10 883 085
39,0 / 100,0
33 / 81
1984 1.º 9 308 411
37,5 / 100,0
Baixa1,5
32 / 81
Baixa1
1989 2.º 8 332 846
29,5 / 100,0
Baixa8,0
24 / 81
Baixa8
1994 2.º 11 346 073
32,0 / 100,0
Aumento2,5
39 / 99
Aumento15
1999 1.º 10 628 224
39,2 / 100,0
Aumento7,2
43 / 99
Aumento4
2004 1.º 9 412 009
36,5 / 100,0
Baixa2,7
40 / 99
Baixa3
2009 1.º 8 071 391
30,6 / 100,0
Baixa5,9
34 / 99
Baixa6
2014 1.º 8 807 500
30,0 / 100,0
Baixa0,6
29 / 96
Baixa5

Eleições regionais[editar | editar código-fonte]

Os resultados apresentados serão os das últimas eleições:

Estado Data CI. Votos % Deputados Status
Baden-Württemberg 2016 2.º 1 447 249
27,0 / 100,0
42 / 139
Governo
Baixa Saxônia 2013 1.º 1 287 730
36,0 / 100,0
54 / 137
Oposição
Berlim 2016 2.º 288 002
17,6 / 100,0
31 / 160
Oposição
Brandemburgo 2014 2.º 226 844
23,0 / 100,0
21 / 88
Oposição
Bremen 2015 2.º 261 929
22,4 / 100,0
20 / 83
Oposição
Hamburgo 2015 2.º 561 377
15,9 / 100,0
20 / 121
Oposição
Hesse 2013 1.º 1 198 889
38,3 / 100,0
47 / 110
Governo
Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental 2016 3.º 153 101
19,0 / 100,0
16 / 71
Governo
Renânia do Norte-Vestfália 2017 1.º 2 796 683
33,0 / 100,0
72 / 199
Governo
Renânia-Palatinado 2016 2.º 677 507
31,8 / 100,0
35 / 101
Oposição
Sarre 2017 1.º 217 263
40,7 / 100,0
24 / 51
Governo
Saxônia 2014 1.º 645 344
39,4 / 100,0
59 / 126
Governo
Saxônia-Anhalt 2016 1.º 334 123
29,8 / 100,0
30 / 87
Governo
Schleswig-Holstein 2017 1.º 471 460
32,0 / 100,0
25 / 73
Governo
Turíngia 2014 1.º 315 096
33,5 / 100,0
34 / 91
Oposição

Chanceleres da CDU[editar | editar código-fonte]

A CDU esteve no poder na Alemanha Ocidental durante a maior parte da existência do país, incluindo 20 anos ininterruptos entre os governos de Konrad Adenauer, Ludwig Erhard e Kurt Georg Kiesinger. Após treze anos fora do poder, retornou na figura do chanceler Helmut Kohl, que liderou a reunificação alemã em 1990 e permaneceria no poder até 1998. Após um mandato de sete anos do social-democrata Gerhard Schröder, a CDU retornou ao poder com Angela Merkel, a primeira mulher e primeira pessoa oriunda da Alemanha Ocidental eleita chanceler.

Chanceler da Alemanha Mandato
Konrad Adenauer 1949–1963
Ludwig Erhard 1963–1966
Kurt Georg Kiesinger 1966–1969
Helmut Kohl 1982–1998
Angela Merkel 2005-presente

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/uniao-democrata-crista/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]