Helmut Kohl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Helmut Kohl
Helmut Josef Michael Kohl
Helmut Kohl
Chanceler da Alemanha
Período 1 de outubro 1982
até 27 de outubro de 1998
Antecessor(a) Helmut Schmidt
Sucessor(a) Gerhard Schröder
Primeiro-Ministro de Renânia-Palatinado
Período 19 de maio de 1969
até 2 de dezembro de 1976
Antecessor(a) Peter Altmeier
Sucessor(a) Bernhard Vogel
Dados pessoais
Nascimento 3 de abril de 1930
Ludwigshafen am Rhein, Renânia-Palatinado, Alemanha
Morte 16 de junho de 2017 (87 anos)
Ludwigshafen am Rhein, Renânia-Palatinado, Alemanha
Prêmio(s) Prêmio Hanns Martin Schleyer (2009)
Partido CDU
Religião Católico romano
Profissão Historiador
Assinatura Assinatura de Helmut Kohl

Helmut Josef Michael Kohl GCCGCIH (Ludwigshafen am Rhein, 3 de abril de 1930  – Ludwigshafen am Rhein, 16 de junho de 2017[1]) foi um político alemão, Chanceler da Alemanha de 1982 a 1998. Era católico e democrata cristão.

Kohl participou, aos 15 anos, na fase final da Segunda Guerra Mundial como jovem soldado. Juntou-se à União Democrata-Cristã (CDU) em 1947. Obteve em 1958 um doutorado em história na Universidade de Heidelberg, orientado por Walther Peter Fuchs.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

De 1969 a 1976 foi Primeiro-Ministro do Estado da Renânia-Palatinado, e posteriormente tornou-se membro do Parlamento Federal para se tornar o líder da oposição da União Democrata-Cristã (CDU) ao governo liderado pelo Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD).

Em 1 de outubro de 1982 sucedeu a Helmut Schmidt como chanceler através de um Voto Construtivo de Inconfidência, o único da história da Alemanha do pós-guerra até à data. Kohl tem o recorde de ser o Chanceler da Alemanha durante mais tempo desde Otto von Bismarck, até ter sido sucedido por Gerhard Schröder em 27 de outubro de 1998, depois de uma vitória do SPD nas eleições federais de 1998.

Em 14 de maio de 1984 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.[2] Em 1983 iniciou um processo de privatizações com a venda de ações da Volkswagen, da VEBA (setor elétrico e indústria química) e da Deutsche Lufthansa (aviação).[3] É considerado um político neoliberal.[4][5]

Helmut Kohl em 1990

Helmut Kohl orientou o processo de integração da República Democrática Alemã e da República Federal da Alemanha, que teve início em 1990. Teve o arrojo de assumir esse grande desígnio político, mas enfrentou também as dificuldades sociais e económicas (a elevada taxa de desemprego, por exemplo) que o processo de integração acarretou. Ao mesmo tempo, foi considerado um dos grandes arquitectos da União Europeia e uma das individualidades essenciais na tomada de decisões a este nível no Velho Continente. Em 1990 foi o grande obreiro da Reunificação Alemã. Em 13 de agosto de 1998 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[6]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Kohl casou cedo e tem dois filhos. Sua mulher Hannelore, que padecia de uma alergia à luz, cometeu suicídio em 5 de julho de 2001.[7] Kohl casou em 8 de maio de 2008 com Maike Richter, com quem tinha relação estável desde 2005.

Morreu em 16 de junho de 2017, aos 87 anos, em sua casa em Ludwigshafen, Alemanha.[8][9][10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ex- chanceler alemão Helmut Kohl morre aos 87 anos». G1. Globo.com. 16 de junho de 2017. Consultado em 16 de junho de 2017 
  2. http://www.ordens.presidencia.pt/
  3. German privatizations, em inglês, acesso em 20 de abril de 2014.
  4. Neoliberalismo e manifestações: o que uma coisa tem a ver com a outra?, acesso em 16 de janeiro de 2016.
  5. Neoliberalismo e a Constituição Federal, acesso em 16 de janeiro de 2016.
  6. http://www.ordens.presidencia.pt/
  7. Reuters (11 de julho de 2001). «Alemães dão adeus à mulher de Helmut Kohl». Folha Online. Consultado em 16 de junho de 2017 
  8. «Obituary: Helmut Kohl». BBC News. 16 de junho de 2017 
  9. Whitney, Craig R.; Cowell, Alan (16 de junho de 2017). «Helmut Kohl, Chancellor Who Reunited Germany, Dies at 87». The New York Times. Consultado em 16 de junho de 2017 
  10. «Kohl starb am Freitagmorgen im Alter von 87 Jahren in seinem Haus in Oggersheim». Der Spiegel (em German). 16 de junho de 2017. Consultado em 16 de junho de 2017 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Conteúdo relacionado com Helmut Kohl no Wikimedia Commons

Precedido por
Helmut Schmidt
Chanceler da Alemanha
1982 — 1998
Sucedido por
Gerhard Schröder