Mirek Topolánek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mirek Topolánek
Mirek Topolánek
Primeiro ministro da  República Checa
Mandato 16 de agosto de 2006 - 8 de maio de 2009
Antecessor(a) Jiří Paroubek
Sucessor(a) Jan Fischer
Presidente do Conselho Europeu
Mandato Janeiro de 2009 - 8 de maio de 2009
Antecessor(a) Nicolas Sarkozy
Sucessor(a) Jan Fischer
Vida
Nascimento 15 de Maio de 1956 (57 anos)
Vsetín, Checoslováquia (atualmente na República Checa)
Dados pessoais
Primeira-dama Pavla Topolánková
Partido Občanská demokratická strana
Profissão engenheiro e político

Mirek Topolánek (Vsetín, 15 de Maio de 1956) é um político e foi primeiro-ministro da República Checa, membro do Partido Democrático Cívico. Ele é o presidente do Partido Democrático Cívico desde Novembro de 2002, sucedendo a Václav Klaus, o actual Presidente da República Checa. Desde Janeiro de 2009, foi Presidente do Conselho Europeu, cargo que manteve até à resignação do cargo.

Em 24 de março de 2009, o parlamento checo aprovou um voto de desconfiança contra a coalizão de centro-direita liderada por Topolánek, que terá que deixar o cargo. No dia seguinte, em discurso no plenário do Parlamento Europeu, criticou o plano promovido por Barack Obama para a recuperação económica, chamando-o de "o caminho para a ruína".[1] No dia 26, Topolanek apresentou formalmente a sua renúncia e a do seu gabinete ao Presidente Václav Klaus.[2] A 8 de maio, Jan Fischer substituiu-o no cargo.

Referências

Precedido por
Jiří Paroubek
Primeiro ministro da República Checa
2006 - 2009
Sucedido por
Jan Fischer
Precedido por
Nicolas Sarkozy
França
Presidente do Conselho Europeu
Janeiro de 2009 - Maio de 2009
Sucedido por
Jan Fischer
República Checa
Continuação do mandato
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.