Jean-Claude Juncker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean-Claude Juncker
Presidente da Comissão Europeia União Europeia
Período 1 de novembro de 2014
a atualidade
Vice-presidente Frans Timmermans
Antecessor(a) José Manuel Durão Barroso
Primeiro-ministro do Luxemburgo
Período 20 de janeiro de 1995
até 4 de dezembro de 2013
Antecessor(a) Jacques Santer
Sucessor(a) Xavier Bettel
Presidente do Eurogrupo
Período 1 de janeiro de 2005
até 21 de janeiro de 2013
Sucessor(a) Jeroen Dijsselbloem
Dados pessoais
Nascimento 9 de dezembro de 1954 (63 anos)
Luxemburgo Redange
Prêmio(s) Prêmio Hanns Martin Schleyer (2010)
Esposa Christiane Frising
Partido CSV
PPE
Religião Católico
Profissão político
Assinatura Assinatura de Jean-Claude Juncker

Jean-Claude Juncker GCCGCIH (Redange, 9 de dezembro de 1954) é um político luxemburguês, tendo sido o primeiro-ministro do Luxemburgo, de 20 de janeiro de 1995 até dezembro de 2013, em um governo de grande longevidade. A 12 de Novembro de 1988 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal.[1] Foi líder do Partido Popular Social Cristão de 1990 a 1995. Juncker foi também ministro das Finanças do Luxemburgo de 1989 a 2009. Jean-Claude Juncker serviu também durante dois semestres como Presidente do Conselho Europeu, em 1997 e 2005, sendo conhecido pelos seus pensamentos pró-europeus. A 6 de Maio de 2005 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo de Portugal.[1] Após as eleições de outubro de 2013, apesar de o seu partido ter sido o mais votado, Juncker não conseguiu formar um governo de coalizão e foi substituído pelo ex-prefeito da capital luxemburguesa Xavier Bettel do Partido Democrático.[2]

No Congresso do Partido Popular Europeu (PPE), que teve lugar em Dublin, na Irlanda, Jean-Claude Juncker foi eleito para ser o candidato do partido para Presidente da Comissão Europeia, depois de derrotar Michel Barnier. Juncker lidera assim a campanha do PPE com vista às eleições do Parlamento Europeu, que decorrem entre 22 e 25 de maio de 2014. Pela primeira vez, e de acordo com o artigo 17.º do Tratado de Lisboa, o Presidente da Comissão Europeia será eleito tendo em conta o resultado das eleições europeias.[3]

Foi eleito presidente da Comissão Europeia em 15 de julho de 2014, com 442 votos do Parlamento Europeu, assumindo o cargo em 1 de novembro de 2014.[4]

Em Janeiro de 2017, vários periódicos, entre os quais o Guardian, revelaram que enquanto primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker travou esforços da União Europeia no combate à evasão fiscal por parte de grandes multinacionais.[5][6][7]

Referências

  1. a b «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Jean-Claude Juncker". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2 de dezembro de 2016 
  2. http://br.noticias.yahoo.com/luxemburgo-nova-coaliz%C3%A3o-assume-governo-153000162.html
  3. «EU veteran Juncker wins centre-right backing for top Brussels job». Reuters. 7 de março de 2014. Consultado em 7 de março de 2014 
  4. «Jean-Claude Juncker é eleito presidente da Comissão Europeia». Reuters. 7 de março de 2014. Consultado em 7 de março de 2014 
  5. Bowers, Simon (1 de Janeiro de 2017). «Jean-Claude Juncker blocked EU curbs on tax avoidance, cables show (em inglês)». The Guardian 
  6. Mortágua, Mariana (3 de Janeiro de 2017). «Os segredos pouco secretos de Juncker». Jornal de Notícias 
  7. O Jornal Económico (2 de Janeiro de 2017). «Juncker travou medidas europeias contra evasão fiscal». O Jornal Económico 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jean-Claude Juncker
Precedido por
Criação
Presidente do Eurogrupo
2005 — 2013
Sucedido por
Jeroen Dijsselbloem
Precedido por
Jacques Santer
Primeiro-ministro do Luxemburgo
1995 — 2013
Sucedido por
Xavier Bettel
Precedido por
Jean Spautz
Presidente do Presidente do CSV
1889-1979
Sucedido por
Erna Hennicot-Schoepges
Precedido por
José Manuel Durão Barroso
Presidente da Comissão Europeia
2014 — atual
Sucedido por
'