Eurogrupo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A União Económica e Monetária da UE:
  Países da Zona Euro
  Países da ERM II
  Outros países da UE
  Estados fora da UE que adoptaram unilateralmente o Euro

O Eurogrupo é a reunião mensal e informal dos Ministros das Finanças dos Estados-Membros da Zona Euro, países cuja moeda oficial é o Euro, com vista a coordenar a sua política económica.

Presentemente, o Grupo tem 19 membros e o seu presidente é Jeroen Dijsselbloem, Ministro das Finanças dos Países Baixos.

Foi criado pelo Conselho Europeu, em Dezembro de 1997, e antecede sempre as reuniões do Conselho para as Questões Económicas e Financeiras (ECOFIN), organismo que reúne os Ministros das Finanças dos Estados-Membros de toda a União Europeia (UE). o Presidente do Banco Central Europeu, o Comissário Europeu de Assuntos Económicos e Monetários, e o seu Presidente, eleito por maioria dos estados para um mandato de dois anos e meio.

O Eurogrupo tem como funções examinar em comum os assuntos que afectam especificamente a Zona Euro, proceder à sua discussão e adoptar as medidas necessárias com vista à execução das conclusões aprovadas. É o órgão onde se centra a coordenação e supervisão das políticas e estratégias económicas comuns relativas à Eurozona. O seu papel como órgão de governação económica europeia aumentou recentemente a sua relevância, em especial após a crise financeira de 2010 na Grécia.

Quando o Eurogrupo se reúne a nível de Chefes de Estado e de Governo é presidido pelo Presidente do Conselho Europeu, actualmente o polaco Donald Tusk.

O Eurogrupo é assessorado pela Secretaria-Geral do Conselho da União Europeia.

Presidente[editar | editar código-fonte]

Presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem.

Até 2005, o Eurogrupo era presidido pelo Ministro do Estado-Membro que estivesse a presidir o Conselho da União Europeia ou, se esse Estado não fizesse parte da Zona Euro, pelo Ministro do Estado que ia assumir a presidência seguinte. No ECOFIN informal de Scheveningen de 11 de setembro de 2004, os Ministros das Finanças decidiram introduzir o princípio duma presidência estável do Eurogrupo por um período de dois anos.

O então Primeiro-Ministro e Ministro das Finanças do Luxemburgo e actual Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, foi o primeiro Presidente do Eurogrupo, de 1 de Janeiro de 2005 a 21 de Janeiro de 2013.

Jeroen Dijsselbloem foi eleito segundo Presidente do Eurogrupo em 21 de Janeiro de 2013, tendo sido reeleito em 13 de Julho de 2015.

Veja também[editar | editar código-fonte]