Carta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Carta (desambiguação).
Carta

Carta, missiva, ou ainda epístola, é o termo que descreve um manuscrito ou um impresso destinado a estabelecer uma comunicação interpessoal escrita, entre pessoas e/ou organizações.[1]

A legislação brasileira, em sua regulamentação dos serviços postais, define carta como: "objeto de correspondência, com ou sem envoltório, sob a forma de comunicação escrita, de natureza administrativa, social, comercial, ou qualquer outra, que contenha informação de interesse específico do destinatário".[2]

Foi a principal forma de comunicação à distância desde a invenção da escrita até o final do século XX, com a popularização da telefonia e do e-mail.

Nos primórdios da entrega das cartas quem pagava a postagem era o destinatário e isso só se alterou com a criação dos selos quando se passou a, previamente, o remetente colocar na sobrecarta (envelope) a quantidade de selos correspondente ao porte (valor da tarifa de serviço), garantido assim a entrega da carta ou a sua restituição no caso de não ser encontrado o destinatário.

Como gênero textual, a carta é um meio de comunicação escrita que segue uma estrutura mais rígida que um bilhete, ainda que simplificada em comparação a outros meios de comunicação escrita. Normalmente compõe-se de local, data, destinatário, saudação, corpo, despedida e assinatura.[3] De acordo com seu destinatário e propósito, pode ser classificada como carta pessoal, carta aberta, carta comercial, carta ao leitor, carta de despedida, dentre muitos outros.

Atualmente a carta vem sendo substituída pelo e-mail, que é a forma de correio eletrônico mais difundida no mundo, mas ainda há pessoas que pelo simples prazer de trocar correspondências físicas preferem utilizar o método da carta.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete carta.

Referências

  1. Sérgio Roberto Costa. Dicionário de Gêneros Textuais. [S.l.: s.n.], 2009. ISBN 9788575263174
  2. Lei nº 6538, de 22 de junho de 1978. República Federativa do Brasil. Visitado em 25 de novembro de 2015.
  3. Wilma Maria Sampaio Lima (2009). O HOMEM É UM ANIMAL QUE ESCREVE CARTAS: recepção do gênero carta por alunos do Ensino Fundamental. Universidade Presbiteriana Mackenzie. Visitado em 25 de novembro de 2015.