Carta topográfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Extrato de carta topográfica.


Carta topográfica é a representação, em escala, sobre um plano dos acidentes naturais e artificiais da superfície terrestre de forma mensurável, mostrando suas posições planimétricas e altimétricas. A posição altimétrica ou relevo é normalmente determinada por curvas de nível, com as cotas referidas ao nível do mar.

Assim, carta topográfica é o documento que representa, de forma sistemática, geralmente em escalas entre 1:100.000 e 1:25.000, a superfície terrestre por meio de projeções cartográficas. [1]

Note que cartas topográficas não são mapas, embora guardem com esses muitas semelhanças. Ao contrário dos mapas, que representam certas porções bem definidas do espaço terrestre, como cidades, estados, mares, países, cujos limites são físicos ou políticos; os limites de uma carta topográfica são matemáticos, geralmente meridianos e paralelos.

É elaborada a partir de aerofotogrametria. Acidentes naturais e artificiais onde elementos planimétricos (obra) e altimétricos (relevo) são geometricamente bem representados. [2]

Utilizada para delimitação de bacias, visualização de pequenos corpos de água, para preservação e recuperação condutas de águas degradadas.[3]

Ela inclui os elementos da natureza, como o relevo, a hipsometria (representação da altitude por meio de escala cromática), a estrutura geológica, a hidrografia e a vegetação do solo. No mapa hipsométrico, por exemplo, a representação das altitudes é feita por cores[4].

As cores[editar | editar código-fonte]

  • Verde: corresponde as planícies e suas altitudes variam de 0 a 100 metros
  • Amarelo: corresponde aos médios planaltos e suas altitudes variam de 100 a 500 metros
  • Marrom: corresponde aos planaltos e suas altitudes variam de 500 a 1200 metros
  • Vermelho: corresponde à altitudes elevadas superiores aos 1200 metros
  • Branco: corresponde as baixíssimas profundidades que variam de 0 a 100 metros
  • Azul claro: corresponde as altíssimas profundidades de 100 a 200 metros
  • Azul: corresponde as altíssimas profundidades que variam de 2000 a 6000 metros
  • Azul marinho: corresponde as altíssimas profundidades de 6000 a 11020 metros (fossas marinas)

Referências

  1. de Oliveira, Cêurio. «Carta Topografica». UFRJ. Consultado em 6 de julho de 2013 
  2. «CARTA TOPOGRAFICA». UFSC. Consultado em 6 de julho de 2013 
  3. «Deliberação Estudos Estatísticas e Produtos». www.mapasmolduras.blogspot.com. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  4. conhecimentopratico.com.br/geografia. «Geografia | Mundo Físico - Montanhas, lagos e oceanos». conhecimentopratico.uol.com.br. Consultado em 24 de agosto de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]