Casa do Terror

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Casa do Terror.

Casa do Terror é um museu localizado na Avenida Andrássy em Budapeste, Hungria. Ele contém exposições relacionadas aos regimes fascistas e comunistas na Hungria do século XX e também é um memorial para as vítimas desses regimes, incluindo aqueles detidos, interrogados, torturados ou mortos no prédio.

O museu abriu em 24 de fevereiro de 2002 e o diretor-geral do museu desde então foi o Dr. Mária Schmidt. A Casa do Terror é uma organização membro da Plataforma de Memória e Consciência Europeia.[1] Visitantes, incluindo Zbigniew Brzezinski, Francis Fukuyama e Hayden White, louvaram o Museu.[2][3]

Referências

  1. «Czech Prime minister Petr Nečas: The years of totalitarianism were years of struggle for liberty». Platform of European Memory and Conscience. 14 de outubro de 2011. Consultado em 20 de outubro de 2016 
  2. Kisantal Tamás, Krommer Balázs (2005). «Discussion with Hayden White» (PDF) (em Hungarian). Consultado em 10 de novembro de 2016 
  3. A Terror Háza honlapja

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Casa do Terror
Ícone de esboço Este artigo sobre a Hungria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.