Catherine Ndereba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catherine Ndereba
Catherine Ndereba vencendo a maratona do Campeonato Mundial de Atletismo em Osaka, 2007.
Informações pessoais
Nome completo Wincatherine Nyambura Ndereba
Modalidade Atletismo
Nascimento 21 de Julho de 1972 (41 anos)
Gatunganga, Quênia
Nacionalidade Quénia queniana
Compleição Peso: 45 kg Altura: 1,60 m

Catherine Ndereba (Gatunganga, 21 de julho de 1972) é uma maratonista do Quênia, ex-recordista mundial da prova, quatro vezes campeã da Maratona de Boston, bicampeã mundial e duas vezes medalha de prata na maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas e de Pequim.[1]

No mundo do atletismo e da imprensa especializada é conhecida como "Queen Catherine" (Rainha Catarina), uma alusão à poderosa imperatriz da Rússia no século XVIII, Catarina, a Grande, de quem tem o mesmo nome, em relação à sua soberania nas corridas de longa distância.

Ndereba apareceu no cenário internacional do atletismo em 1995, quando representou o Quênia pela primeira vez numa corrida de revezamento por equipes (pt: estafetas) em Seul, na Coréia do Sul. No ano seguinte, participou de 18 corridas, vencendo 13 e retirou-se por um ano do esporte em 1997 para dar luz a uma filha, Jane.

De 1998 em diante, Catherine estabeleceu seu nome entre as grandes fundistas do atletismo, recebendo o título de Corredora do Ano por várias vezes das publicações especializadas dos Estados Unidos, onde passou a disputar provas.

A partir do ano 2000 ela acumulou uma série de vitórias consecutivas em maratonas importantes, que deram origem a seu apelido. Venceu em Boston em 2000, 2001, 2004 e 2005, tornando-se a primeira mulher com quatro vitórias na centenária maratona. Venceu a Maratona de Chicago em 2000 e 2001, quando estabeleceu o então recorde mundial da prova (2h18m47s). Foi medalhista de ouro nos campeonatos mundiais de atletismo de 2003 e 2007 e vice-campeã olímpica nos Jogos de Atenas em 2004.

Ndereba vive em Nairóbi com a família, onde trabalha no sistema penitencíario do Quênia desde 1994, atividade para a qual diversos cidadãos são convocados pelo governo, como um tipo de serviço militar, exercendo estas funções por vários anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências