Catherine Repond

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Catherine Repond (também chamada de La Catillon) (Villarvolard, 18 de agosto de 1663 - Freiburg, 15 de setembro de 1731) foi uma das últimas mulheres na Suíça acusada e executada por bruxaria.

A forte midiatização da reabilitação moral de Catillon em Friburgo, despertou grande curiosidade sobre a execução desta mulher.[1] Ela era uma corcunda, pobre, idosa, marginal e sozinha.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Nicolas Morard: Le procès de la sorcière Catherine Repond dite Catillon: superstition ou crime judiciaire in: « Catherine les fribourgeoises, publication de la société d'histoire du canton de Fribourg 1969-1970, t. L, Fribourg, 1970
  • Josiane Ferrari-Clément: Catillonet les écus du diable; Editions La Sarine, Fribourg 2009
  • O.A.: Catherine Repond alias Catillon; die letzte Freiburger Hexe, in: Von Herzoginnen, Hexen und Hebammen. Auf den Spuren von Frauen in Freiburg III., Hrg.: Pro Fribourg, ISSN 0256-1476, Heft 163, 2009-II, S. 40–43
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.