Cercos de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pintura do Cerco de Constantinopla de 1453 em pintura de 1499

Ao longo da história de Constantinopla, a capital do Império Bizantino, atualmente chamada Istambul e a maior cidade da Turquia, a cidade sofreu diversos cercos. Dois deles resultaram na conquista da cidade, uma em 1204, pelos cruzados e outra em 1453, pelos otomanos, tendo a última resultado na extinção do Império Bizantino.

Cercos e ataques durante guerras civis[editar | editar código-fonte]

Cercos persas e árabes[editar | editar código-fonte]

Cercos búlgaros e rus'[editar | editar código-fonte]

Cercos durante as cruzadas[editar | editar código-fonte]

Cercos nicenos[editar | editar código-fonte]

Cercos otomanos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]