Chain of Responsibility

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O padrão de projeto de software Chain of Responsibility representa um encadeamento de objetos receptores para o processamento de uma série de solicitações diferentes. Esses objetos receptores passam a solicitação ao longo da cadeia até que um ou vários objetos a tratem.

Cada objeto receptor possui uma lógica descrevendo os tipos de solicitação que é capaz de processar e como passar adiante aquelas que requeiram processamento por outros receptores. A delegação das solicitações pode formar uma árvore de recursão, com um mecanismo especial para inserção de novos receptores no final da cadeia existente.

Dessa forma, fornece um acoplamento mais fraco por evitar a associação explícita do remetente de uma solicitação ao seu receptor e dar a mais de um objeto a oportunidade de tratar a solicitação.

Um exemplo da aplicação desse padrão é o mecanismo de herança nas linguagens orientadas a objeto: um método chamado em um objeto é buscado na classe que implementa o objeto e, se não encontrado, na superclasse dessa classe, de maneira recursiva.

Situações de utilização[editar | editar código-fonte]

  • mais de um objeto pode tratar uma solicitação e o objeto que a tratará não é conhecido a priori;
  • o objeto que trata a solicitação deve ser escolhido automaticamente;
  • deve-se emitir uma solicitação para um dentre vários objetos, sem especificar explicitamente o receptor;
  • o conjunto de objetos que pode tratar uma solicitação deveria ser especificado dinamicamente.

Em um sistema orientado a objetos esses interagem entre si através de mensagens, e o sistema necessita de determinar qual o objeto que irá tratar a requisição. O padrão de projeto Chain of Responsibility permite determinar quem será o objeto que irá tratar a requisição durante a execução. Cada objeto pode tratar ou passar a mensagem para o próximo na cascata.

Em um escritório, por exemplo, onde se tem 4 linhas telefônicas, a primeira linha é o primeiro objeto, a segunda linha é o segundo, e assim sucessivamente até a gravação automática que é o quinto objeto. Se a primeira linha estiver disponível ela irá tratar a ligação, se não ela passa a tarefa para o próximo objeto, que é a segunda linha. Se essa estiver ocupada ela passa a tarefa para a próxima e assim sucessivamente até que um objeto possa tratar a tarefa.

Nesse caso, se todas as linhas estiverem ocupadas o último objeto, que é a gravação automática, tratará da tarefa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.