Charles Daves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Charles Daves
Ocupação Ator, diretor de cinema​ e diretor de teatro
IMDb: (inglês)

Charles Daves (São Gonçalo) é um ator, diretor de cinema e diretor de teatro brasileiro. Fez vários papéis na televisão, no teatro e no cinema, e dirigiu filmes e peças teatrais.[carece de fontes?]

Em entrevista concedida em 2013 para a revista Com Tudo, celebrando seus 20 anos de carreira, disse que atua desde os 14 anos de idade. Com 15 já era profissional do teatro, e dirigiu com 19 anos sua primeira peça, O Livro Mágico, espetáculo infantil escrito por ele mesmo.[1]

Desde então mantém atividade ininterrupta em várias modalidades das artes cênicas. Trabalhou em várias emissoras de TV, passando pela Globo, SBT, Band, Record e CNT.[1] Em 2001 atuou como apresentador de merchandising divulgando o adoçante Magri Diet. Seu sucesso lhe valeu a contratação para a telenovela Roda da Vida, da Rede Record, e em seguida atuando na minissérie Felicidade Existe.[2] No Sítio do Picapau Amarelo, na versão produzida pela Rede Globo entre 2001 e 2006, fez dois papéis, interpretando ao longo de 2005 o Doutor Caramujo e o Doutor Madeira, ano em que a série foi distinguida com o Prêmio MídiaQ.[3] Fez outros papéis televisivos,[2] mas foi seu personagem Creidi, no popular programa humorístico A Praça É Nossa, do SBT, que o tornou realmente famoso.[4][5][6]

Ao mesmo tempo, continuava trabalhando em teatro, montando peças infantis e adultas que percorreram várias localidades brasileiras, com destaque para Intenções Perigosas, de 2008, atuando como ator e diretor, e Perdoa-me por Me Traíres, de Nelson Rodrigues, como ator. No cinema, dirigiu filmes como Não Pise na Bola, Sinal, Rota 277[2] e E a Festa Continua... (com Cininha de Paula),[7] além de trabalhar como protagonista em O Intruso, de Paulo de Moraes Fontenelle.[8]

É sócio da escola de atores CN Artes, juntamente com Cininha de Paula, orientando iniciantes que aspiram à profissionalização.[1][9]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.