Chegador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um chegador ou ajudante de fogueiro é um aprendiz e auxiliar de fogueiro, colaborando na operação, limpeza e manutenção de caldeiras, especialmente no que diz respeito ao manuseamento de carvão.

A função de chegador existe, sobretudo, nas instalações industriais que utilizam o carvão como principal fonte de energia.

No auge da utilização da propulsão a vapor nos transportes, a função de chegador também era bastante empregue na marinha e nas ferrovias.

Funções[editar | editar código-fonte]

Numa instalação industrial, locomotiva ou embarcação, os chegadores têm como funções a de auxiliarem os fogueiros nas suas responsabilidade de operação, limpeza e manutenção de caldeiras a vapor, atuando sob a supervisão destes. Compete, especificamente, aos chegadores auxiliarem os fogueiros na condução dos fogos, remover o carvão e a cinza, fazer as limpezas das máquinas a vapor e caldeiras, bem como outras funções que lhe sejam atribuídas pelos seus superiores.

Carreira[editar | editar código-fonte]

A categoria de chegador é, normalmente, a categoria inicial da carreira de fogueiro. Ao fim de determinado tempo de aprendizagem e de experiência, o chegador será promovido a fogueiro.

Na marinha mercante de Portugal, a categoria de chegador era a inicial da marinhagem de máquinas. Acedia-se, normalmente, a chegador ao finalizar-se o curso de fogueiro da marinha mercante. Ao fim de três anos de embarque, um chegador seria promovido a fogueiro. A categoria de fogueiro correspondia, aproximadamente, à de moço da marinhagem de convés.

Na Marinha de Guerra Portuguesa, chegador era o primeiro posto de praça de máquinas, equivalente ao posto de grumete de manobra. Corresponde, aproximadamente, ao atual grumete da Classe de Electromecânicos.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]