Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Requer pagamento? não
País de origem Portugal Portugal
Idioma(s) Português
Lançamento 17 de janeiro de 1997; há 25 anos[1]
Endereço eletrônico ciberduvidas.iscte-iul.pt
Licença CC BY-NC-ND 2.5 PT

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa é uma página da internet (website) criada em 15 de Janeiro de 1997 a partir de uma ideia do jornalista português José Mário Costa, que o fundou com o também jornalista, já falecido, João Carreira Bom.[1][2] De acesso gratuito, é um espaço ao mesmo tempo de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.[3] É considerado o pioneiro em sua área.[4]

Entre as suas 14 atuais rubricas temáticas, o seu consultório linguístico responde a todas as dúvidas sobre a língua portuguesa, desde a gramática e léxico até à ortografia, etimologia e história de palavras e expressões.[5]

Integrando um diversificado corpo de consultores das mais variadas áreas do conhecimento (portugueses, brasileiros e africanos de expressão oficial portuguesa), Ciberdúvidas reúne até à data cerca de 40 mil textos pesquisáveis, permanentemente acessíveis aos interessados na língua de Camões, João Guimarães Rosa, José Luandino Vieira e Mia Couto.

Espaço ainda de reflexão e, até de polémica, o Ciberdúvidas conta ainda com uma diversificada recolha de textos de autores lusófonos de todos os tempos que escreveram sobre a língua portuguesa, na rubrica Antologia (alguns dos quais especialmente para o Ciberdúvidas, como são os casos do português José Saramago, do angolano Pepetela, do cabo-verdiano Germano Almeida ou do moçambicano Mia Couto).

O Ciberdúvidas tem também associados dois outros projetos, igualmente sem fins lucrativos: a Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos da Língua Portuguesa.[6]

De 2002 até a 2007 o Ciberdúvidas integrou o portal Sapo, estando atualmente alojado no servidor do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL).[7]

A não renovação dos apoios mecenáticos[8] que ajudaram à viabilização do Ciberdúvidas nos últimos anos agravou as dificuldades de sustentabilidade de um projeto desta natureza – sem fins lucrativos ou comerciais, em prol da língua portuguesa, em toda a sua diversidade geográfica –, obrigando mesmo à interrupção do seu funcionamento regular em junho de 2012.[9][10][11]

No seguimento de várias sugestões nesse sentido, amigos do Ciberdúvidas[12] tiveram a iniciativa de organizar uma campanha de recolha de fundos[13] de modo a permitir a continuidade do serviço que presta aos mais diversificados públicos do universo lusófono e um pouco por todo o mundo em geral, com interesse pela língua portuguesa.

Os conteúdos são disponibilizados sob a licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 2.5 Portugal (CC BY-NC-ND 2.5 PT)

Referências

  1. a b «19 anos de Ciberdúvidas - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 14 de março de 2022 
  2. «Morreu João Carreira Bom». Record. 31 de janeiro de 2002. Cópia arquivada em 26 de maio de 2015 
  3. «Ciberdúvidas da Língua Portuguesa – em linha, ao serviço de todos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  4. «Parabéns, Ciberdúvidas!». www.dn.pt. Consultado em 14 de março de 2022 
  5. «Quem somos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  6. «Sobre nós». CiberEscola da Língua Portuguesa. Consultado em 7 de fevereiro de 2016 
  7. «Ciberdúvidas regressa com mudanças - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  8. «Ciberdúvidas, um projecto em risco - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  9. «SOS Ciberdúvidas - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  10. Pimenta, Rita. «Há 18 anos que o Ciberdúvidas ensina o verbo "haver"». PÚBLICO. Consultado em 14 de março de 2022 
  11. «Ciberdúvidas está com dificuldades de sobrevivência». www.dn.pt. Consultado em 14 de março de 2022 
  12. «Amigos do Ciberdúvidas - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 
  13. «Pela viabilização do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 25 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]