Cipriano de Valera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cipriano de Valera (Fregenal de la Sierra, 1532Londres, 1602) foi um religioso e humanista espanhol, que junto com o Casiodoro de Reina, pertenceram ao monastério de San Isidro del Campo.

Conheceu João Calvino, de quem foi discípulo e tradutor de suas obras (traduziu a primeira edição castelhana de Instituição da Religião Cristã em 1597). Estableceu-se na Inglaterra em 1558, lecionando em Cambridge, Oxford e Londres artes, teologia e castelhano.

Trabalhou na revisão da famosa Biblia do Urso, de autoria de Casiodoro de Reina, a partir de 1582 com o lema Para la gloria de Dios y el bien de la Iglesia Española (Para a glória de Deus e o bem da Igreja Espanhola). Ao cabo de 20 anos e antes de sua morte, pôde concluir a sua obra em setembro. Escreveu que os conquistadores europeus se preocupavam mais na América por seus interesses persoais, do que pela fé, e que para enriquecer-se roubavam e matavan os nativos, "pessoas que fizeram Jesus Cristo morrer". Foi perseguido pela Inquisição, embora no final saiu ileso. Também foi editor.

Obras teológicas[editar | editar código-fonte]

  • Opúsculos
  • Os dois tratados do Papa e da Missa
  • Tratado para confirmar os pobres cativos de Berveria

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Cipriano de Valera