Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro, de vestido amarelo, sendo agraciada com a insígnia da Ordem do Mérito Cultural.

Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro (Farroupilha, 4 de dezembro de 1939) é uma historiadora, antropóloga, professora, escritora e pesquisadora brasileira.[1]

Seu interesse pela História iniciou na infância, ao procurar conhecer as origens de sua família, tornando-se logo uma ocupação central em sua vida.[2] Graduou-se Mestre em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com a dissertação Nanetto Pipetta - Imagens de uma Cultura, e Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos com uma tese sobre a Festa da Uva intitulada A Festa como Produção de Conhecimento e de Identidade Coletiva. É uma das fundadoras da Universidade de Caxias do Sul, desde então atuando como professora do Departamento de Letras, professora da pós-graduação e pesquisadora. Também ocupou a posição de chefe de Gabinete da Reitoria[3] e desde 2005 é diretora do Instituto Memória Histórica e Cultural da UCS.[4]

É uma grande estudiosa da imigração italiana no Brasil e da Festa da Uva, temas em que trabalha há mais de 40 anos.[1][2] Entre suas atividades destaca-se a coordenação do projeto Elementos Culturais das Antigas Colônias Italianas no Nordeste do Rio Grande do SUL (ECIRS), grupo de pesquisa do qual é co-fundadora, atuante desde 1978 vinculado à UCS, e que resultou no livro Cultura, Imigração e Memória: Percursos e Horizontes, organizado por ela. Também atuou em diversos projetos de preservação do patrimônio cultural da região.[3][5]

Em 1995 e 1998, recebeu o reconhecimento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que lhe concedeu o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade.[6] Em 2009 recebeu a maior comenda da Prefeitura de Caxias do Sul, a Medalha Monumento Nacional ao Imigrante, por relevantes serviços prestados à comunidade.[7] Foi condecorada com a Ordem do Mérito Cultural do Brasil em 2012, no grau de cavaleiro.[8] Também recebeu do governo da Itália a Ordem do Mérito da República Italiana, no grau de cavaleiro.[3] Foi patrona da Feira do Livro de Farroupilha de 2014.[9]

Principais obras[editar | editar código-fonte]

  • Rencontres du Clos-Vougeot 2008 - Vigne, Vin et Aventures humaines. Dijon: Centre Georges Chevrier, 2008.
  • Anotações de Literatura e de Cultura Regional. Caxias do Sul: EDUCS, 2005.
  • Festa & Identidade: Como se fez a Festa da Uva. Caxias do Sul: EDUCS, 2002.
  • Fronteiras sem Divisas: Aspectos históricos e culturais da UHE Barra Grande. Caxias do Sul: EDUCS, 2005. Organização, em conjunto com José Clemente Pozenato.
  • Cultura, Imigração e Memória: Percursos & Horizontes.Caxias do Sul: EDUCS, 2004. Organização, em conjunto com José Clemente Pozenato.

Referências

  1. a b Suliani, Antônio. Etnias & Carisma: poliantéia em homenagem a Rovílio Costa. EDIPUCRS, 2001, p. 404
  2. a b Valduga, Paula. "Cleodes estuda a história da Festa da Uva há 40 anos". Série Gente que Faz. Pioneiro, 2014
  3. a b c Professora Cleodes Piazza Júlio Ribeiro recebe condecoração do governo italiano pela pesquisa e divulgação da cultura italiana - Universidade de Caxias do Sul
  4. "O Inventário da Diversidade Cultural da Imigração Italiana". Oriundi, 04/05/2009
  5. Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro. Abracor
  6. "Cleodes Piazza Ribeiro é homenageada no Entrai". Prefeitura de Farroupilha, 05/05/2009
  7. "Mulheres de destaque recebem Medalha Monumento Nacional ao Imigrante". Prefeitura de Caxias do Sul, 11/05/2009
  8. Ordem do Mérito Cultural 2012 Arquivado em 18 de janeiro de 2013, no Wayback Machine.. Ministério da Cultura, 18/12/2012
  9. "Sessão de Autógrafos do Livro Lembranças que Resistem ao Tempo, com a escritora Adriana Lins". Sindilojas - Farroupilha, 13/11/2014