Concierge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde março de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Concierge é o profissional responsável por assistir clientes de hoteis, cruzeiros, entre outros, em qualquer pedido que estes tenham relativos a sua estadia no estabelecimento, ou na viagem. Desempenha um papel de ajuda a todos integrantes do hotel, fazendo tarefas quando solicitadas.[1]

Embora o termo tenha surgido e seja mais aplicado ao ramo da hotelaria, há também outros tipos de concierge, como por exemplo o concierge hospitalar[2], concierge bancário e o concierge condominial.

Definição[editar | editar código-fonte]

Embora geralmente tenham um balcão - chamado conciergeria - na entrada de hoteis, o concierge se diferencia do porteiro ou do recepcionista, pois enquanto estes apenas cuidam da entrada e saída, ou da recepção aos clientes e visitantes, o concierge é responsável por atender a pedidos, desde os mais extravagantes ao mais simples, tais como chamar um táxi, dar informações, sobre o próprio hotel e seus serviços, ou sobre a cidade e seus pontos turísticos, venda de passeios na região, locação de carros, reservas e indicações de restaurantes, ligar para farmácia, floricultura ou tabacaria.

Há um grande diferencial entre o Concierge da área da Hotelaria tradicional e o Concierge Hospitalar. O da hotelaria tradicional preocupa-se em atender os hóspedes nas solicitações culturais, gastronômicas, turísticas, etc; já o Concierge Hospitalar preocupa-se com a operação do Hospital e na rápida recuperação do paciente.

O concierge bancário é o serviço oferecido pelos bancos para clientes de contas especiais que contam com assistência personalizada e diferenciada.

O concierge condominial visa proporcionar maior hospitalidade e assistência aos proprietários, locatários e usuários do condomínio.

Outro ramo de "conciergerie" em nascimento e promessa de expansão é o da maternidade. Com o estilo de vida moderno muitas gestantes já não contam mais com mães jovens e disponíveis e muito menos com um batalhão de irmãs e cunhadas como antigamente. Hoje cada gestante, não raramente já não tão jovem mais, está por sua própria conta nessa aventura. E às vezes, ainda têm que orquestrar essa fase conturbada a uma carreira. Por isso já existem pessoas que se anunciam no mercado como concierge de maternidade, executando as tradicionais funções das avós e irmãs: ajudam no enxoval, nas compras, na organização dos chás, e de um modo geral em toda a agenda e compromissos normais de uma mulher gestante.

Formação[editar | editar código-fonte]

Formados normalmente em Hotelaria, Turismo ou Relações Públicas, esses profissionais atuam diretamente no atendimento ao cliente, sendo ele hóspedes ou paciente.

São profissionais que falam outras línguas estrangeiras. O Inglês é essencial para o desenvolvimento da carreira, assim como para atender o público estrangeiro.

Referências

  1. IG (19 de agosto de 2011). «Um concierge para quase tudo». Consultado em 2 de maio de 2017 
  2. saudebusiness.com (10 de agosto de 2012). «Hospital Presidente contrata concierge». Consultado em 2 de maio de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma profissão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.