Conde de Almada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corona de conde.svg
Conde de Almada
Criação D. Maria I
4 de Maio de 1793
Ordem Grandeza
Tipo Vitalício - 1 vida
2 renovações
1.º Titular D. Lourenço José Boaventura de Almada
Linhagem Vaz de Almada (de Almada)
Actual Titular D. Lourenço José de Almada
Armas de Almada chefe, Livro do Armeiro-Mor (fl 60)

Conde de Almada é um título nobiliárquico criado por D. João, Príncipe Regente de D. Maria I de Portugal, por Decreto de 4 e Carta de 13 de Maio de 1793, em favor de D. Lourenço José Boaventura de Almada, Senhor dos Lagares de El-Rei, Conde de Abranches em França.[1]

Titulares
  1. D. Lourenço José Boaventura de Almada (1758 — 1814), 1.º Conde de Almada, Senhor dos Lagares de El-Rei, Conde de Abranches;
  2. D. Antão José Maria de Almada (1801-1834), 2.º Conde de Almada, Senhor dos Lagares de El-Rei, Conde de Abranches;
  3. D. Lourenço José Maria de Almada de Abreu Pereira Cirne Peixoto (1818 — 1874).), 3.º Conde de Almada, Conde de Abranches.

Após o desfecho da Guerra civil portuguesa, com a implantação da governação liberal, usaram o título dentro do partido legitimista miguelista:

  1. D. Miguel Vaz de Almada (1859 - 1916), 4.º Conde de Almada, Conde de Abranches.

Após a Implantação da República Portuguesa, e com o fim do sistema nobiliárquico, usaram o título:

  1. D. Luís Vaz de Almada (1863 - 1919), 5.º Conde de Almada, Conde de Abranches;
  2. D. Lourenço de Jesus Maria José Vaz de Almada (1897 - 1978), 6.º Conde de Almada, Conde de Abranches;
  3. D. Luís Francisco de Almada (1927 - 1998), 7.º Conde de Almada, Conde de Abranches;
  4. D. Lourenço José de Almada (1961), 8.º Conde de Almada, Conde de Abranches.

Referências

  1. "Nobreza de Portugal e do Brasil", Direcção de Afonso Eduardo Martins Zúquete, Editorial Enciclopédia, 2.ª Edição, Lisboa, 1989, Volume Segundo, pp. 229-30