Conde de Tomar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Conde de Tomar foi um título criado por decreto de 8 de Setembro de 1845, da rainha D. Maria II, a favor de António Bernardo da Costa Cabral, à altura na presidência do ministério e o mais importante político cartista do período.

António Bernardo da Costa Cabral, o 1.º conde de Tomar, foi posteriormente elevado a 1.º marquês de Tomar, título pelo qual ficou conhecido.

Usaram o título
  1. António Bernardo da Costa Cabral, 1.º conde e marquês de Tomar
  2. António Bernardo da Costa Cabral, 2.º conde de Tomar
  3. Bartolomeu Dias e Sousa da Costa Cabral, 3.º conde de Tomar

Após a implementação da República e o fim do sistema nobiliárquico, tornou-se pretendente ao título António de Alcântara Bernardo de Carvalho e Vasconcelos da Costa Cabral, 4º conde de Tomar

* 14.07.1901 + 20.11.1974

Bartolomeu Maria de Albuquerque da Costa Cabral, 5º conde de Tomar

* 08-02.1929
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.