Shadow Conspiracy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Conspiração (filme))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Shadow Conspiracy
No Brasil Conspiração[1]
Em Portugal Conspiração na Sombra[2]
 Estados Unidos
1997 •  cor •  103 min 
Direção George P. Cosmatos
Produção Andrew G. Vajna
Buzz Feitshans
Terry Collis
Roteiro Adi Hasak
Ric Gibbs
Elenco Charlie Sheen
Donald Sutherland
Linda Hamilton
Stephen Lang
Ben Gazzara
Sam Waterston
Gênero ação
suspense
Música Bruce Broughton
Cinematografia Buzz Feitshans IV
Edição Robert A. Ferretti
Companhia(s) produtora(s) Cinergi Pictures
Hollywood Pictures
Distribuição Buena Vista Pictures (América do Norte/América do Sul)
Cinergi Productions (Internacional)
Lançamento Estados Unidos 31 de janeiro de 1997
Idioma inglês
Receita US$2,312,463[3]

Shadow Conspiracy (bra: Conspiração; prt: Conspiração na Sombra) é um filme estadunidense de 1997, estrelado por Charlie Sheen, Donald Sutherland, Linda Hamilton e Sam Waterston.[4] Foi o filme final dirigido por George P. Cosmatos, que morreu em 2005.[5] O filme foi mal recebido pelos críticos. Foi lançado em DVD nos Estados Unidos em novembro de 2003 pela Buena Vista Home Entertainment.[6][7]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Situado em Washington, D.C., este filme documenta uma tentativa de tomada de poder pelo chefe de gabinete da Casa Branca, Jacob Conrad. Bobby Bishop é um assessor especial do Presidente dos Estados Unidos que descobre um plano para assassinar o presidente de um ex-professor. O antigo professor de Bobby é assassinado logo depois e Bobby é deixado para tentar descobrir a conspiração por conta própria. Ele recruta sua amiga jornalista Amanda Givens para ajudá-lo a descobrir o mistério e impedir o assassinato.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Shadow Conspiracy foi filmado em 12 semanas, com a maioria das principais filmagens sendo realizadas em Richmond, Virgínia, Georgetown, Washington e Baltimore, Maryland.[8]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Shadow Conspiracy recebeu críticas negativas dos críticos.[9][10] Na revisão do agregador de críticas Rotten Tomatoes, com 28 comentários, o filme tem uma rara índice de aprovação de 0% – o que significa não há comentários favoráveis qualquer - receber uma classificação média de 2,97/10.[11] O filme não se saiu bem nas bilheterias, arrecadando um pouco mais de US$2 milhões no mercado interno.[3]


Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Conspiração». Brasil: CinePlayers. Consultado em 26 de dezembro de 2018 
  2. «Programas TV». Portugal: RTP. Consultado em 26 de dezembro de 2018 
  3. a b «Shadow Conspiracy». Box Office Mojo 
  4. «Shadow Conspiracy». Turner Classic Movies. United States: Turner Broadcasting System. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  5. Myrna Oliver (27 de abril de 2005). «George P. Cosmatos, 64; Director Was Known for Saving Troubled Projects». Los Angeles Times 
  6. Almar Haflidason (novembro de 2003). «Movies, DVD This Week: 10th November 2003». BBC 
  7. Jessica Wolf (11 de janeiro de 2003). «Complete list of 2003 Movie Showcase Releases». Home Media Magazine 
  8. Goodman, Julie (24 de agosto de 1995). «Tinseltown comes to Georgetown». The Washington Post. Consultado em 28 de janeiro de 2016 
  9. Roger Ebert (31 de janeiro de 1997). «Shadow Conspiracy». Roger Ebert 
  10. Stephen Holden (31 de janeiro de 1997). «Shadow Conspiracy». The New York Times 
  11. «Shadow Conspiracy (1997)». Rotten Tomatoes 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.