Copi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Raul Damonte Botana
Pseudônimo(s) Copi
Nascimento 1939 (78 anos)
Buenos Aires
Morte 1987
Paris
Residência Paris
Nacionalidade Argentina Argentino
Progenitores Mãe: Georgina Botana (China)
Pai: Raul Taborda
Parentesco avô materno: Natálio Botana (fundador do diário Crítica, influente jornal que mudou a cara da literatura e da política argentinas, marcadamente antiperonista)

Avó materna: Salvadora Medina Onrúbia, dramaturga e feminista.

Ocupação Dramaturgo, caricaturista e romancista
Principais trabalhos Eva Perón, Loretta Strong e A geladeira em um volume

Raul Damonte Botana, conhecido como Copi (Buenos Aires, 1939Paris, 1987), foi um dramaturgo, caricaturista e romancista argentino.

Em 1963, radicou-se em Paris. Foi integrante do grupo teatral fundado por Alejandro Jodorowsky, Fernando Arrabal e Roland Topor, desenvolveu vasta obra dramatúrgica e cartunística[1].

Morreu por complicações de saúde decorrentes de SIDA, em 1987.

Obra teatral[editar | editar código-fonte]

  • Eva Perón
  • Loretta Strong
  • A geladeira

Referências

  1. Revista Cândido n.º 46 (Maio - 2015). O uruguaio seguido de A internacional Argentina, pág. 37.

Copi: transgressão e escrita transformista, Renata Pimentel (Rio de Janeiro: Confraria do Vento, 2011).

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.