Copo de Pitágoras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Física.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde Fevereiro de 2008.
Ilustração do copo de Pitágoras.

O Copo de Pitágoras consiste de uma taça com uma tubulação dobrada em seu interior, a medida que esse copo é preenchido por água se porta com uma taça normal, porém quando a água ultrapassa a altura da estrutura em seu interior, a água escoa totalmente. A invenção deste copo é atribuída a Pitágoras e consiste de um ótimo experimento aplicado ao ensino de física.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Um copo de Pitágoras parece um copo normal, exceto que dentro da bacia dele há uma coluna central. Esta é posicionada diretamente sobre a haste do copo e sobre um buraco no fundo da haste. Uma pequena tubulação aberta corre desse buraco quase até o topo da coluna central, Onde há uma câmara aberta. A câmara é conectada por uma segunda tubulação para o fundo da coluna central, onde um furo na coluna expõe a tubulação para a bacia do copo.

Quando o copo é enchido, o líquido sobe através da segunda tubulação até a câmara no topo da coluna central, seguindo o princípio de Pascal dos vasos comunicantes. Enquanto a altura do líquido não ultrapassar a altura da câmara, nada acontece. Mas se ultrapassar, o líquido derrama através da câmara na primeira tubulação e para fora pelo fundo. A pressão hidrostática então cria um sifão através da coluna central causando o conteúdo inteiro do copo ser esvaziado através do buraco no fundo da haste.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]