Covide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Covide 
  Freguesia  
Covide 04.jpg
Covide está localizado em: Portugal Continental
Covide
Localização de Covide em Portugal
Coordenadas 41° 44' 19" N 8° 12' 50" O
País Portugal Portugal
Concelho TBR.png Terras de Bouro
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Abel Fernandes (PPD/PSD.CDS-PP)
Área
 - Total 19,87 km²
População (2011)
 - Total 343
    • Densidade 17,3 hab./km²
Orago Santa Eufémia
Localização da Freguesia de Covide

Covide é uma freguesia portuguesa do concelho de Terras de Bouro, com 19,87 km² de área e 343 habitantes (2011)[1]. A sua densidade populacional é de 17,3 hab/km². Localiza-se nas abas da serra do Gerês.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Covide [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
410 435 419 436 500 469 522 567 610 550 385 471 489 404 343

História[editar | editar código-fonte]

Esta aldeia é atravessada pela Geira romana, prova disso são 2 marcos miliários localizados dentro do perímetro da localidade.

No início do século XX, está documentado que a gestão da freguesia era realizada através de um sistema de comunalismo. Existia um regedor, escolhido pelos povos da freguesia para fazer executar e cumprir os usos e costumes. O regedor chamava e convidava para a junta (ou sessão democrática) todas as cabeças de casal, fossem homens ou mulheres. Em Covide a junta fazia-se num local chamado a Carreira, um largo ao centro do lugar. Ali se discutia, faziam-se leis e impunham-se penas e multas. Para além disso tratava-se de usos e costumes da freguesia como:

  • Fazerem-se caminhos públicos e de utilidade;
  • Concertar e limpar as levadas da água de cima para baixo;
  • Concertar e preparar os fornos, as cabanas para as vigias dos gados se recolherem durante a noite, guardando os gados nos montes da Lama;
  • Marcar o dia para entregar o gado à vezeira em Lamas;
  • Fazer as segadas de todos os moradores;
  • Apurar algum dinheiro como receita para as despesas da freguesia;
  • Marcar o dia para fazer carvão[3].

Património[editar | editar código-fonte]

  • Marco miliário
  • Ruínas da Calcedónia
  • Capela de Santa Eufémia
  • Penedo de Santa Eufémia
  • Fontanário
  • Moinho
  • Cruzeiro
  • Fontanário
  • Capela

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

  • Escola EB1
  • Junta de Freguesia
  • Centro de Interpretação do Garrano
  • Centro de Artes e Ofícios Tradicionais
  • Campo de Futebol

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 7 de Março de 2014.. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Revista Terra Portuguesa N.º 27-28, Out.-Dez. 1918, pág. 100.
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.