Crispim do Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde Maio de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Crispim do Amaral (Olinda, 1858Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 1911[1]) foi um ator, decorador, jornalista, pintor, desenhista e caricaturista brasileiro.[1]

Edita no Pará o jornal O Estafeta em 1879, totalmente ilustrado por ele. Viaja para Paris[1] em 1888, e de volta ao Brasil, segue para o Rio de Janeiro, onde funda as revistas O Malho, A Avenida, O Pau e O Século.

Referências

  1. a b c TV Brasil, Semana da Consciência Negra, Crispim do Amaral [em linha]
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.