Critérium do Dauphiné de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Critérium de Dauphiné de 2017 Cycling (road) pictogram.svg
Detalhes
Corrida69. Critérium du Dauphiné
Válida paraUCI World Tour de 2017 2.UWT
Etapas8
Data4 – 11 junho 2017
Distância1 151,5 km
PaísFRA França
PartidaSaint-Étienne
ChegadaPlateau de Solaison
Nº de equipes22
Ciclistas que iniciaram176
Ciclistas que finalizaram125
Velocidade média39,572 km/h
Classificação final
VencedorDEN Jakob Fuglsang (Astana)
SegundoAUS Richie Porte (BMC Racing)
TerceiroIRL Daniel Martin (Quick-Step Floors)
Prêmio por pontosFRA Arnaud Démare (FDJ)
Prêmio de montanhaNED Koen Bouwman (LottoNL-Jumbo)
JuventudeGER Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe)
EquipesFRA AG2R La Mondiale
◀ 20162018 ▶
Documentação Wikidata-logo S.svg

A 69.ª edição do Critérium du Dauphiné, foi uma corrida de ciclismo em estrada por etapas que se celebrou entre 4 e 11 de junho de 2017 em França sobre um percurso de 1151,5 quilómetros com início na cidade de Saint-Étienne, e final no porto de Plateau de Solaison.[1]

A corrida fez parte do UCI World Tour de 2017, sendo a vigésimo terceira competição do calendário de máxima categoria mundial.

A corrida foi vencida pelo corredor dinamarquês Jakob Fuglsang da equipa Astana, em segundo lugar Richie Porte (BMC) e em terceiro lugar Dan Martin (Quick-Step Floors).[2][3][4]

Equipas participantes[editar | editar código-fonte]

Tomaram parte na corrida 22 equipas: 18 de categoria UCI World Tour de 2017 convidados pela organização; 4 de categoria Profissional Continental. Formando assim um pelotão de 176 ciclistas dos que acabaram 125. As equipas participantes foram:[5]

Equipes WorldTeam (18)
  1. FRA AG2R La Mondiale
  2. KAZ Astana
  3. BRN Bahrain-Merida
  4. USA BMC Racing
  5. GER Bora-Hansgrohe
  6. USA Cannondale-Drapac
  7. RSA Dimension Data
  8. FRA FDJ
  9. SUI Katusha-Alpecin
  10. NED Lotto NL-Jumbo
  11. BEL Lotto-Soudal
  12. ESP Movistar
  13. AUS Orica-Scott
  14. BEL Quick-Step Floors
  15. GBR Sky
  16. GER Sunweb
  17. USA Trek-Segafredo
  18. UAE UAE Emirates
Equipes profissionais Continentais (4)
  1. FRA Cofidis
  2. FRA Delko Marseille Provence KTM
  3. FRA Direct Énergie
  4. BEL Wanty-Groupe Gobert
Wikidata-logo S.svg

Percurso[editar | editar código-fonte]

O Critérium de Dauphiné iniciou o seu percurso na cidade de Saint-Étienne com três voltas de um circuito final duro com a subida a Rochetaillée, depois nas seguintes etapas os velocistas puderam desfrutar de duas etapas em Saint-Chamond e Le Chambon-sur-Lignon antes de deixar o palco aos corredores na Contrarreloj individual de 23,5 quilómetros entre as cidades de La Tour-du-Pin e Bourgoin-Jallieu. Finalmente nas três etapas de fechamento, os ciclistas passaram pelo Mont du Chat na 6ª etapa, com uma subida de quase 9 quilómetros de comprimento para um desnivel médio superior aos 10%. Os protagonistas aprenderão desta experiência porque a subida também incluir-se-á na 9ª etapa do Tour de France de 2017. A cereja do pastel foi a 7ª etapa com a subida ao Alpe d'Huez, a mítica montanha nos alpes franceses com 1850 metros de altitude e as suas 21 curvas de ferraduras, com uma pendente média de 8,2% e uma pendente máxima de 11,5%. Finalmente, a última etapa é uma autêntica etapa rainha, com três prémios de montanha prévias para ascender para o Col des Saisies, Col des Aravis, Col da Colombière, e por último, a ascensão de 11,3 quilómetros ao Plateau de Solaison com uma pendente média de 9,2% em media, onde os pretendentes à coroa mostraram toda a sua forma na ascensão final.[6]

Wikidata-logo S.svgEtapaDataPercursotypeDistância (km)VencedorLíder geral
1 4 jun.Saint-ÉtienneSaint-Étienne
etapa escarpada
170BEL Thomas De GendtBEL Thomas De Gendt
2 5 jun.Saint-ChamondArlanc
etapa escarpada
171FRA Arnaud DémareBEL Thomas De Gendt
3 6 jun.Le Chambon-sur-LignonTullins
etapa plana
184NED Koen BouwmanBEL Thomas De Gendt
4 7 jun.La Tour-du-PinBourgoin-Jallieu
contrarrelógio individual
23,5AUS Richie PorteBEL Thomas De Gendt
5 8 jun.La Tour-de-Salvagny – Mâcon
etapa plana
175GER Phil BauhausBEL Thomas De Gendt
6 9 jun.Parc des oiseaux – La Motte-Servolex
média montanha
145,5DEN Jakob FuglsangAUS Richie Porte
7 10 jun.AosteAlpe d'Huez
alta montanha
167,5GBR Peter KennaughAUS Richie Porte
8 11 jun.Albertville – Plateau de Solaison
alta montanha
115DEN Jakob FuglsangDEN Jakob Fuglsang


Classificações finais[editar | editar código-fonte]

  • As classificações finalizaram da seguinte forma:[7]

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos. Ciclista Equipo Tempo Diferença
1.º Dinamarca Jakob Fuglsang Astana 29 h 05 min 54 s
2.° Austrália Richie Porte BMC Racing 29 h 06 min 04 s a 10 s
3.° República da Irlanda Dan Martin Quick-Step Floors 29 h 07 min 26 s a 1 min 32 s
4.° Reino Unido Chris Froome Sky 29 h 07 min 27 s a 1 min 33 s
5.° Itália Fabio Aru Astana 29 h 07 min 31 s a 1 min 37 s
6.° França Romain Bardet Ag2r La Mondiale 29 h 07 min 58 s a 2 min 04 s
7.° Alemanha Emanuel Buchmann Bora-Hansgrohe 29 h 08 min 26 s a 2 min 32 s
8.° África do Sul Louis Meintjes UAE Emirates 29 h 09 min 06 s a 3 min 12 s
9.° Espanha Alejandro Valverde Movistar 29 h 10 min 02 s a 4 min 08 s
10.° Espanha Rafael Valls Lotto Soudal 29 h 10 min 34 s a 4 min 40 s

Classificação por pontos[editar | editar código-fonte]

Pos. Ciclista Equipo Pontos
1.º França Arnaud Démare FDJ 59
2.° Alemanha Phil Bauhaus Sunweb 47
3.° Austrália Richie Porte BMC Racing 36
4.° França Bryan Coquard Direct Énergie 36
5.° Dinamarca Jakob Fuglsang Astana 34

Classificação da montanha[editar | editar código-fonte]

Pos. Ciclista Equipo Pontos
1.º Países Baixos Koen Bouwman LottoNL-Jumbo 44
2.° Reino Unido Ben Swift UAE Emirates 29
3.° Itália Fabio Aru Astana 29
4.° Dinamarca Jakob Fuglsang Astana 26
5.° República da Irlanda Dan Martin Quick-Step Floors 24

Classificação dos jovens[editar | editar código-fonte]

Pos. Ciclista Equipo Tempo Diferença
1.º Alemanha Emanuel Buchmann Bora-Hansgrohe 29 h 08 min 26 s
2.° África do Sul Louis Meintjes UAE Emirates 29 h 09 min 06 s a 40 s
3.° Bélgica Tiesj Benoot Lotto Soudal 29 h 13 min 57 s a 5 min 31 s

Classificação por equipas[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipa Tempo Diferença
1.º França Ag2r La Mondiale 87 h 44 min 22 s
2.° Bélgica Lotto Soudal 87 h 51 min 49 s a 7 min 27 s
3.° Cazaquistão Astana 87 h 52 min 58 s a 8 min 36 s

Evolução das classificações[editar | editar código-fonte]

Etapa
(Vencedor)
Classificação geral
Jersey yellow-bluebar.svg
Classificação da montanha
Jersey climbing Dauphine.png
Classificação por pontos
Jersey green.svg
Classificação dos jovens
Jersey white.svg
Classificação por equipas
Jersey yellow number.svg
1ª etapa
(Thomas de Gendt)
Thomas de Gendt Thomas de Gendt Thomas de Gendt Pierre Latour Lotto Soudal
2ª etapa
(Arnaud Démare)
Sonny Colbrelli
3ª etapa
(Koen Bouwman)
Arnaud Démare
4ª etapa Contrarrelógio individual (CRI)
(Richie Porte)
Sam Oomen Movistar
5ª etapa
(Phil Bauhaus)
Koen Bouwman
6ª etapa Etapa em media montanha
(Jakob Fuglsang)
Richie Porte Emanuel Buchmann Ag2r La Mondiale
7ª etapa Etapa de montanha
(Peter Kennaugh)
8ª etapa Etapa de montanha
(Jakob Fuglsang)
Jakob Fuglsang
Final Jakob Fuglsang Koen Bouwman Arnaud Démare Emanuel Buchmann Ag2r La Mondiale

UCI World Ranking[editar | editar código-fonte]

O Critérium do Dauphiné outorga pontos para o UCI World Tour de 2017 e o UCI World Ranking, este último para corredores das equipas nas categorias UCI ProTeam, Profissional Continental e Equipas Continentais.[8] A seguinte tabela são o barómetro de pontuação e os corredores que obtiveram pontos:

Posição 1.ª 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 7.ª 8.ª 9.ª 10.ª
Classificação geral 500 400 325 275 225 175 150 125 100 85
Por etapa 60 25 10
Líder 10
Classificação
Posição Ciclista Equipa General Etapa Líder Total
1.º
Dinamarca Jakob Fuglsang Astana 500 120 - 620
2.º
Austrália Richie Porte BMC Racing 400 85 20 505
3.º
República da Irlanda Daniel Martin Quick-Step Floors 325 25 - 350
4.º
Reino Unido Chris Froome Sky 275 10 - 285
5.º
Itália Fabio Aru Astana 225 - - 225
6.º
França Romain Bardet Ag2r La Mondiale 175 - - 175
7.º
Alemanha Emanuel Buchmann Bora-Hansgrohe 150 - - 150
8.º
África do Sul Louis Meintjes UAE Emirates 125 10 - 135
9.º
Espanha Alejandro Valverde Movistar 100 10 - 110
10.º
Bélgica Thomas de Gendt Lotto Soudal - 60 50 110

Referências

ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Critérium do Dauphiné de 2017