DAB

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A amarelo: países com sistemas DAB, DAB+, ou DMB global no início de 2007[1]
Receptor DAB sintonizado na RDP África

A radiodifusão sonora digital ou DAB (Digital Audio Broadcasting) é uma norma de rádio digital desenvolvida pelo projeto europeu Eureka 147. É utilizada em vários países, com maior incidência no continente europeu. Em 2006, havia aproximadamente 1000 estações de rádio emitindo em DAB[2].

A norma DAB começou a ser desenvolvida nos anos 80, e os primeiros receptores DAB começaram a ser comercializados em 1999. Os partidários da norma afirmam que esta oferece várias vantagens em relação a uma emissão analógica em FM, como mais canais pela mesma largura de banda, maior resistência ao ruído e a interferências.

T-DAB em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal a T-DAB começou em 3 de Agosto de 1998, tendo a ANACOM atribuído a gestão da rede nacional à estação pública portuguesa.

A Rádio e Televisão de Portugal difundiu em rede de freqüência única, no Bloco 12B (224, 880-226, 416 MHz), os seguintes programas:

A instalação da rede previa 74 emissores, cobrindo a totalidade do território continental até ao final de 2004 e as Regiões Autónomas até final de 2006. Apenas 44 foram instalados (28 emissores no Continente, 9 na RA dos Açores e 7 na RA da Madeira), que correspondem a uma taxa de cobertura de 72% do território e 74% da população.

Na prática estavam cobertas as capitais de distrito, o litoral do país, os itinerários principais e parte dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.

O fim da operação T-DAB foi no dia 1 de Abril de 2011 devido aos elevados custos de manutenção, e também com argumento de que eram muito poucos os utilizadores do serviço de rádio digital em Portugal.

Noruega[editar | editar código-fonte]

O ministro da cultura da Noruega anunciou o fim da rádio FM em seu país para dar lugar a DAB. As emissoras vão desligar a frequência no país a partir de 2017.[3]

As emissões da rádio pública norueguesa começaram a transição para o digital na cidade de Bodø em 12 de janeiro de 2017, num processo que vai demorar vários meses. Na capital, Oslo, as emissões FM deverão ser desligadas no mês de setembro de 2017. Algumas rádios locais deverão manter-se no FM até 2022.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. WorldDMBForum country profile
  2. World DMB forums list of benefits
  3. http://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/2015/04/noruega-desligara-radio-fm-partir-de-2017.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.