De Volta (documentário)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
De Volta
 Brasil
2013 •  54:25 min 
Direção Rafael Figueiredo
Produção Paula Lagoeiro
Gênero Documentário
Distribuição Canal Futura
Lançamento 18 de abril de 2013 (internet)
23 de maio de 2013 (televisão)
Idioma Português

De Volta é um documentário brasileiro de 2013 produzido pelo Canal Futura em parceria com a Coopas Multimagens com direção de Rafael Figueiredo.[1] Lançado com exclusividade na internet no dia 18 de abril de 2013, o filme acompanha quatro dias na vida de Leandro, Sonia, Midiã e Anderson, detentos – com crimes e penas variadas – que ganham o direito à saída temporária no período de Natal em 2012.[2] Foi transmitido pelo Futura em 23 de maio do mesmo ano.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Como reencontrar o passado e a família, depois de ter a história interrompida? Qual é a sensação de ser livre para quem vive preso? Com cuidado e sutileza, De Volta levanta estas e outras questões. Seu objetivo não é a análise de dados, estatísticas ou temerosas projeções da situação do sistema prisional brasileiro, e sim a percepção do que é a vida pelos olhos de quem foi privado da liberdade e inserido em um esquema de vigilância e punição.[3]

Produção[editar | editar código-fonte]

Para o documentário, foram entrevistados cerca de 40 homens e 20 mulheres, pré-selecionados pela SEAP – Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do RJ e pelos diretores das unidades prisionais (Instituto Penal Oscar Stevenson, em Benfica, Penitenciária Plácido Sá Carvalho e Presídio Benjamin de Moraes Filho, em Bangu). Quatro equipes de filmagem acompanharam simultaneamente a saída e a volta dos presos. Leandro, Sonia, Midiã e Anderson, os quatro permitiram que uma equipe, dirigida por Rafael Figueiredo, registrasse encontros de família, lugares revisitados, as expectativas, as surpresas e as decepções, antes do retorno ao presídio. Produzido pelo Canal Futura em parceria com a Coopas Multimagens, De Volta contou com a consultoria do especialista em segurança pública Luiz Eduardo Soares. Antropólogo, cientista político e escritor.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O documentário foi o vencedor do troféu “Júri Especial” do Prêmio Jade Kunlun, na categoria Sociedade, na edição de 2014 do Festival Mundial de Documentários de Montanha de Qinghai na China,[4] também o troféu de prata no PROMAX BDA Latinoamérica 2013.

De Volta foi finalista no Emmy Internacional 2014, na categoria "melhor documentário".[5]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]