Demétrio, o Hípato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Demétrio, o Hípato (em georgiano: დემეტრე ჳიპატოსი; romaniz.: Demetre "Vipatosi" foi um nobre georgiano da Ibéria, e um cônsul honorário ou hípato. Ele pode ser associado ao irmão do príncipe Estêvão I conhecido através do historiador medieval Juancher como um construtor de igrejas durante o reinado de seu irmão (r. 590–627). O professor Cyril Toumanoff da Universidade de Georgetown, sugere que o título de hípato pode ter sido conferido depois da morte de seu irmão que foi capturado e executado em nome do imperador bizantino Heráclio (r. 610–641) durante o cerco de Tbilisi em 627.[1]

A placa de pedra exterior da igreja da Vera Cruz em Mtsqueta, Geórgia, cita os principais edificadores do templo: Estêvão, o Patrício, Demétrio, o Hípato, e Adarnases, o Hípato, que foram tradicionalmente equacionados pelos estudiosos georgianos como Estêvão I, filho de Gurgenes I; Demétrio, irmão de Estêvão, e Adarnases I. Contudo, uma opinião expressa por Toumanoff discorda com essa visão ao identificá-los com Estêvão II, Demétrio (irmão de Estêvão I) e Adarnases II (filho de Estêvão II), respectivamente.[2]

Referências

  1. Martindale 1992, p. 394.
  2. Rapp 2003, p. 344.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, John R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1992). The Prosopography of the Later Roman Empire - Volume III, AD 527–641. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press. ISBN 0-521-20160-8 
  • Rapp, Stephen H. (2003). Studies In Medieval Georgian Historiography: Early Texts And Eurasian Contexts. Lovaina: Peeters Bvba. ISBN 90-429-1318-5