Diane Abbott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diane Abbott
Nome nativo Diane Abbott
Nascimento 27 de setembro de 1953 (65 anos)
Paddington
Cidadania Reino Unido
Ocupação política, jornalista
Empregador BBC, Ministério do Interior, Thames Television, Conselho da Grande Londres
Página oficial
http://www.dianeabbott.org.uk

Diane Julie Abbott (nascida em 27 de setembro de 1953) é uma política britânica do Partido Trabalhista, que atua no gabinete desde outubro de 2016. Ela foi eleita pela primeira vez para o Parlamento em 1987, quando ela se tornou a primeira mulher negra a ter assento na câmara dos comuns.[1]

Início da vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Abbott nasceu de pais jamaicanos em Paddington, em Londres , em 1953. Seu pai era um soldador e sua mãe, uma enfermeira.[2] Ela estudou na Harrow County Grammar School para Meninas e, em seguida, em Newnham College, Cambridge, onde ela estudou história.[3] Em Cambridge, ela foi orientada pelo historiador Simon Schama.[4] Abbott foi pesquisadora e repórter do Thames Television de 1980 a 1983 e, em seguida, pesquisadora e repórter na empresa de televisão TV-am , de 1983 a 1985. 

Carreira política[editar | editar código-fonte]

A carreira política de Abbott começou em 1982, quando foi eleita para o Conselho de Cidade de Westminster, servindo até 1986. Em 1987, ela foi eleita para a câmara dos comuns. Eleita juntamente com Keith Vaz, Bernie Grant e Paul Boateng, ela foi a primeira mulher negra a tornar-se parlamentar britânica.[5]

A fala de Abbott sobre as liberdades civis num debate sobre um projeto de contra-terrorismo, em 2008, ganhou o prêmio de "discurso parlamentar do ano", por O Espectador.[6][7]

Embora Abbott nunca tenha tido um posto ministerial no governo, ela atuou em uma série de comissões parlamentares sobre questões internacionais e sociais.[8]

A fala de Abbott sobre as liberdades civis num debate sobre um projeto de contra-terrorismo, em 2008, ganhou o prêmio de "discurso parlamentar do ano", por O Espectador.[9][10]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Desert Island Discs featuring Diane Abbott». Desert Island Discs. [[Desert Island Discs|]]. 18 de maio de 2008. BBC. Radio 4 
  2. Appiah, Kwame Anthony; Henry Louis Gates, Jr., eds. (1999). Africana: The Encyclopedia of the African and African American Experience. [S.l.]: Basic Civitas Books. ISBN 0-465-00071-1. Consultado em 31 de julho de 2013 
  3. «UK | Magazine | Faces of the week». BBC News. 7 de novembro de 2003. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  4. «Simon Schama on the American right». BBC News. 21 de agosto de 2008. Consultado em 27 de março de 2010 
  5. Huma Qureshi "Diane Abbott: 'You can't let racism hold you back'", The Guardian, 20 September 2012.
  6. «Parliamentarian of the Year Awards Recipients 2008». The Spectator. 20 de novembro de 2008. Consultado em 13 de janeiro de 2009 
  7. «Parliamentarian of the Year Awards Recipients 2008». The Spectator 
  8. «Diane Abbott: Labour parliamentary candidate for Hackney North». Hackney Citizen. 25 de abril de 2010. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  9. «Parliamentarian of the Year Awards Recipients 2008». The Spectator. 20 de novembro de 2008. Consultado em 13 de janeiro de 2009 
  10. «Parliamentarian of the Year Awards Recipients 2008». The Spectator