Diary of a Wimpy Kid: The Long Haul (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diary of a Wimpy Kid: The Long Haul
Diário de um Banana: Caindo na Estrada (BR)
 Estados Unidos
2017 •  cor •  91 min 
Direção David Bowers
Gênero Família
Comédia
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 14 de maio de 2017
Brasil 10 de agosto de 2017
Idioma Inglês
Cronologia
Diary of a Wimpy Kid: Dog Days (2012)

Diary of A Wimpy Kid: The Long Haul (Diário de um Banana: Caindo na Estrada) é um filme estadunidense baseado no livro Diary of a Wimpy Kid: The Long Haul, o filme tem como protagonista Gregory Heffley, interpretado por Jason Ian Duckrer, o filme é dirigido novamente por David Bowers, o filme foi lançado pela 20th Century Fox nos Estados Unidos em 14 de maio de 2017 e no Brasil em 10 de agosto de 2017.

Sinopse[1][editar | editar código-fonte]

Greg (Jason Drucker) convence sua família a embarcar numa viagem para ir ao aniversário de 90 anos de sua avó. Mas, na verdade, o que ele realmente quer é assistir a uma convenção de gamers. Sem surpresas, as coisas não vão de acordo com o planejado e as palhaçadas da família Heffley começam a acontecer.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jason Duckrer como Greg Heffley
  • Owen Asztalos como Rowley Jefferson
  • Charlie Wright como Rodrick Heffley

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Personagem Brasil Dublador
Greg Arthur Salerno
Frank Manolo Rey

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

No AdoroCinema, uma breve crítica: "Nesta viagem de família, tudo dá errado: o carro tem problemas técnicos, os filhos não se entendem com a mãe, o trânsito impede a viagem, o GPS indica o caminho errado. O quarto episódio da franquia Diário de um Banana explora um cânone do american way of life: a comunhão familiar na estrada durante o período de férias, época de comer sanduíches e explorar os cenários do país. A série infantil sempre trabalhou em cima de símbolos consagrados (o sistema de castas nos colégios americanos, a hierarquia dentro da família patriarcal) para expor certa histeria no comportamento de todos hoje em dia, de adultos a crianças. Em comparação com filmes infantis que mostram a imaturidade das crianças e as virtudes dos pais, Caindo na Estrada trata todos os seus personagens como caricaturas: a mãe só fala em levar uma vida livre de tecnologia, com comidas orgânicas, enquanto os filhos nutrem uma obs..."[1]

Ligações extremas[editar | editar código-fonte]

https://www.diaryofawimpykid.com

Referências

  1. a b AdoroCinema, Diário de um Banana: Caindo na Estrada, consultado em 12 de agosto de 2017.