Die Panne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Die Panne
Autor(es) Friedrich Dürrenmatt
Idioma Alemão
País Suíça
Género Romance
Editora Arche Verlag
Lançamento 1956
Páginas 125

Die Panne é um romance escrito pelo autor suíço Friedrich Dürrenmatt em 1956. A obra foi inicialmente escrita como uma peça radiofónica em 1955 com o título de Die Panne: Eine noch mögliche Geschichte, mas acabou sendo adaptada em prosa quase de imediato. Ganhou o Prémio Veteranos de Guerra Cegos de melhor peça radiofónica e o Prémio Literário do jornal La Tribune de Lausanne.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O livro conta a história de Alfredo Traps, um viajante que após o seu carro quebrar, é convidado para passar a noite na casa de um juiz jubilado. Durante a refeição que Alfredo junta-se com os outros hóspedes, o procurador da República aposentado monta um interrogatório real.

Adaptações cinematográficas[editar | editar código-fonte]

Em 1972, o realizador Ettore Scola adaptou a história da obra para o cinema, num filme ítalo-francês intitulado La più bella serata della mia vita (título italiano) e La Plus Belle Soirée de ma vie (título francês), protagonizado por Alberto Sordi, Michel Simon e Charles Vanel.[2][3]

Referências

  1. Crockett, Roger A. Understanding Friedrich Dürrenmatt (em inglês). Colúmbia, Carolina do Sul: University of South Carolina Press. p. 7–8. ISBN 1-57003-213-0 
  2. «La più bella serata della mia vita». Rivista del cinematografo (em italiano). Consultado em 31 de maio de 2016. 
  3. Peré, Olivier (21 de abril de 2014). «La Plus Belle Soirée de ma vie de Ettore Scola» (em francês). Arte 
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.