Discussão:Fitoterapia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Inclusão da maconha como fitoterápico não é vandalismo. É o fitoterápico mais antigo, mais usado e com mais aplicações do mundo. No artigo en:Medical_cannabis são listados os usos medicinais e os estudos científicos que os comprovam, bem como os locais do mundo onde o uso medicinal é regulamentado.

O fato de o uso de determinado medicamento não ser regulamentado no Brasil não faz com que deixe de ser um medicamento.

Lembrando que o uso medicinal da cannabis é legalizado pelo Art 2o. da Lei 11.343/2006. Só ainda não é regulamentado.

O que pode ser feito é fundir esse artigo com o artigo Medicamento fitoterápico, onde estão listados apenas os vegetais considerados fitoterápicos pelo Ministério da Saúde do Brasil. Nubio.revoredo (discussão) 20h50min de 28 de dezembro de 2010 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo da fusão proposta. Sobre a Cannabis, confesso que não sei de nada... Leandro Martinez msg 22h55min de 28 de dezembro de 2010 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo --João Carvalho deixar mensagem 23h01min de 28 de dezembro de 2010 (UTC) Acho que devem existir os dois artigos em separado.
Symbol declined.svg Discordo da fusão. JMGM (discussão) 21h49min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo da fusão, a botânica médica é um dos subsídios da fitoterapia, equivalente talvez à farmacognosia, complementada (para ser chamada de terapia) com os recursos da farmacologia clínica (com fármacos de origem vegetal). Concordo com a inclusão da Cannabis sativa entre os fitoterápicos. Paulo Pedro (discussão) 17h58min de 17 de setembro de 2013 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo sobre a fusão. Embora essa discussão seja antiga, creio que ainda posso ajudar. Medicamento fitoterápico, segundo a legislação de muitos países, é somente aquele derivado de plantas medicinais, processado pela indústria farmacêutica (com controle de qualidade) e registrado por um órgão oficial de saúde. É bem diferente de planta medicinal, pois se refere a um produto tecnicamente obtido, acabado, rotulado e até com bula (posologia, cuidados, etc.), podendo ser receitado por um médico. No Brasil sua produção é regulada pela ANVISA. Discordo que cannabis seja um fitoterápico, embora possua propriedades medicinais e tenha uso terapêutico. Em suma, herbalismo, etnofarmacologia, etnobotânica, fitoterápico vs fitoterapia, farmacopeia, plantas medicinais, droga vegetal, botânica médica, produtos naturais, quimiotaxonomia, fitoquímica e farmacognosia, termos bem vistos recentemente em artigos da nossa Wiki, são temas bastante distintos entre si, embora relacionados. Sou farmacêutico e professor de framacognosia.--febcosta (discussão) 03h16min de 6 de março de 2014 (UTC)

Comentário[editar código-fonte]

O artigo Herbalismo que já tem interwiki, é um mínimo com necessidade de ser traduzido de Herbalism, ao passo que Medicamento fitoterápico está com iw para Herbalism, provavelmente o mesmo artigo traduzido com nome diferente. E Planta medicinal com iw para Medicinal plants, e Botânica médica sem iw, seria o caso de alguém que conhece bem o tema analisar essas edições e títulos para correção. JMGM (discussão) 21h49min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Ando com pouco tempo livre, mas posso ajudar neste tema, incluindo traduções do inglês ou mesmo alemão para o português. Farmacognosia e plantas medicinais fazem parte da minha área de trabalho e me sinto bastante à vontade para discutir. Sem querer criticar negativamente, tem muita coisa a ser corrigida nesta área. Se eu tiver feedback de alguém que também possa ajudar seria interessante.--febcosta (discussão) 03h16min de 6 de março de 2014 (UTC)

Sem dúvida a Botânica Médica ou Medicinal compreende os conhecimentos de Quimiotaxonomia e de Farmacognosia e estes são distintos dos que caraterizam a Fitoterapia. A Fitoterapia compreende o estudo sistemático dos Grupos anatomo-farmacoterapêuticos[editar código-fonte]

Sem dúvida a Botânica Médica ou Medicinal compreende os conhecimentos de Quimiotaxonomia e de Farmacognosia e estes são distintos dos que caraterizam a Fitoterapia. A Fitoterapia compreende o estudo sistemático dos Grupos anatomo-farmacoterapêuticos, na ligação da administração terapêutica das plantas aos órgãos e sistemas.

Redução do número de espécies citadas[editar código-fonte]

Penso ser interessante p/ qualidade de um verbete de enciclopédia, selecionar melhor o rol das espécies relacionadas atendendo 4 critérios:

  • Fazer parte da farmacopeia nacional ou internacional
  • Representar todos os grupos taxo-anatomo-farmacoterapêuticos
  • Existir pelo menos 1 artigo científico sobre seu efeito terapêutico - de prefência de revisão
  • Existir verbete da wikipédia sobre a planta

Observe-se que o conteúdo das plantas aqui citadas como exemplo já estão na Lista de plantas medicinais e também que o conteúdo do verbete Planta medicinal é semelhante à introdução deste (fitoterapia).

--CostaPPPR (discussão) 15h56min de 18 de janeiro de 2015 (UTC)

PS1 Quando for concluída a decisão de não se realizar a fusão deste com Botânica médica pode-se pensar na fusão, planta medicinal <> fitoterapia

PS2 A um excesso de exemplos também em medicamento fitoterápico e estes não exploram a possibilidade de combinação de plantas e extração que deveria ser sua maior relevância

PS3 Não sei porque o destaque de letras garrafais na afirmação anônima anterior registrada em https://pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Contribui%C3%A7%C3%B5es/193.137.75.149