Discussão:Música clássica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Villa Lobos[editar código-fonte]

Acredito que na Wikipédia Lusófona deveria citar Villa Lobos e sua importância para a divulgação da música erudita no Brasil. Um dos maiores compositores do Brasil deveria estar nesta página. Quem apoia a ideia? Gawiga 04h19min de 30 de julho de 2011 (UTC)

Eu concordo com o comentário acima. Penso que Villa Lobos realmente deveria constar na lista dos grandes compositores, pelo menos, para a nossa Língua. comentário não assinado de 177.17.66.145 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

Música Erudita -> Música Clássica[editar código-fonte]

Tem certeza que música erudita também é chamada de música clássica?

Que eu saiba clássico é o período ou era clássica assim como o barroco, romantismo, modernismo. Por isso existe as nomenclaturas: música clássica, música barroca, música moderna. Vulgarmente e erroneamente a música é dividida em clássica e popular, mas para os musicistas existem várias divisões/períodos. [1]

O correto acho que deveria ser:

  • Música Erudita do Período Clássico
  • Música Erudita do Período Barroco

Referências

  1. Portal de Educação Musical do Colégio Pedro II. «História da Música Ocidental - A Música Clássica e o Romantismo» (PDF). Consultado em Março de 2013.  line feed character character in |título= at position 29 (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Eli Lopes (discussão) 17h29min de 15 de março de 2013 (UTC)


Rapaz, isso já é discutido aqui há muito...

O facto é que a música erudita se divide em vários estilos, entre os quais se citam: Música Antiga, da Grécia e de Roma; Música Clássica, que se desenvolveu na Europa desde o final da idade Média, atingindo seu auge na Idade Moderna e séc. XIX (o chamado Período da Prática Comum); e Música Erudita Contemporânea. O Período da Prática Comum, durante o qual predominou na Europa o estilo musical clássico, por sua vez, se divide em três Escolas -- Barroca, Clássica (ou Classicista) e Romântica (e, talvez, Impressionista) --; seu término, com a Primeira Grande Guerra, marca o início do Período Contemporâneo, em que se digladiam dous estilos -- o Modernista e o (neo-)Clássico --, assim como na literatura. Da mesma forma, a Música Erudita precede à Clássica, pois que tem sua origem em Pitágoras e Platão, enquanto que esta apenas se desenvolveu no Ocidente Humanista; por fim, mesmo no seu já citado apogeu, a Música Clássica Européia nunca foi universal, uma vez que certas modalidades musicais orientais dess'época também se podem considerar eruditas (conforme a definição do próprio artigo) sem, todavia, seguir às diretrizes clássicas.

Portanto cabe, meu caro, diferençar Estilo Clássico de Escola Clássica, e ambos de Música Erudita. Dessa forma, discordo da restrição do termo "Clássica" apenas para a época de Mozart, assim como sua generalização para toda a música erudita.

LucasSACastro (discussão) 18h55min de 16 de agosto de 2015 (UTC) _________________________________________________________________________________________________________________

Música[editar código-fonte]

Sou professor de duas faculdades de música ligadas a UNESPAR, o Paraná, e lamentavelmente depare-me com alunos universitários justificando suas opiniões por este artigo. Digo "lamentável" pois este tipo de artigo é o que traz o DES-credito a WIKIPEDIA entre muitas instituições como a que eu trabalho.

Compreendo o respeito a todo e qualquer usuário da wiki, que posas editar, dar opiniões e escrever "suas ideias" nos artigos, mas enquanto não houver uma revisão séria, a Wiki não será séria. Estou anexando um adendo a mantenedora pois hoje quando abri me veio um pedido de doação... claro que não vou doar, óbvio, e vou desaconselhar o uso do portal até que haja PESQUISA nos artigos.

PESQUISA atual. UNo quesito MÚSICA uma pesquisa de 60 anos atras nã é atual. Convido os que muito escrevem aqui para relembrarem os sucessos dos anos 30, 40, 50, que as pessoas com mais de 40 anos de idade ouviam. Por tanto falar de Villa-Lobos só pode ser brincadeira neste artigo.

A clareza que Lobos tinha pelos idos de 1918-20 não pode se comparar a clareza que temos em 2015 sobre a musicologia e a etno-musicologia. AQ título de ensejo: Lobos percorreu o Brasil, Norte, Nordeste, Sul e Contro-oeste para pesquisar em campo o que se fazia no incio do sec. de 1900. E classificou, fruto de pesquisas na Europa, mais precisamente na Franca, a música Brasileira em 3 gêneros maiores de entendimento ao público, apos retornar ao Brasil e percorrer cidades menores, são estes estilos: Folclore - Erudito (ou maior) - Popular, a título de distinguir um músico do campo, sem qualquer noção de música, sem instrumento musical de fabricação padrão (que muitas vezes conveccionava ou criava seu próprio instrumento), o que era tido como "popular" daquele que tocava as musicas tradicionais vindas da África, Portugal, etc. o dito "folclórico"; do ainda estudado músico e conhecedor dos instrumentos da orquestra clássica (classicismo de Mozart e Beethoven), tido músico "erudito" - vulgo clássico.

Para claro entendimento, hoje, e precisamente nota-se que após os anos 50 (1950) os músicos, com o advento da comunicação em massa, não podem ser classificados nestas classes. Hoje não se estuda mais "piano erudito". Se estuda "piano". O músico passeia entre o folclore, o erudito e o popular. Músicos que seriam eruditos no tempo de Lobos hoje são mais pop que muitos músicos populares - a exemplo: Yanni, Enya, Beethoven, Bach, Diana Kroll... e não vou exemplificar o contrário pois é obvio.

Então, cabe aos admins e etc. da Wiki lusófona ter seriedade. Deviam se envergonhar de vir pedir $$ quando nós professores temos que dizer para nossos alunos universitários NÃO consultarem a Wiki, além de gastar aulas e aulas explicando, bibliografando o conhecimento SÉRIO que infelizmente não chega aqui.

Se houvesse seriedade eu não abriria na pagina de discussão, eu acrescentaria no artigo principal, coisa que, caso faça, vou trabalhar mais horas dando satisfação do que trabalhando com meus alunos.

Espero que não seja em vão minha observação. Conto que vença a seriedade. 2804:14C:8781:121:81BC:97C5:9CDC:D080 (discussão) 21h17min de 30 de agosto de 2015 (UTC)

No momento em que vc descer do pedestal e entender que "passar horas dando explicações" faz parte do trabalho, talvez vc comece a ver a seriedade no que vc não vê hoje. E. Feld fala 01h40min de 9 de setembro de 2015 (UTC)