Distintivo Laureado de Madrid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Distintivo Laureado de Madrid
Laureada de Madrid-fondo blanco.png
Classificação
Outorgante Segunda República Espanhola
Tipo Medalha
Agraciamento Pessoal Militar
Criação 25 de Maio de 1937

O Distintivo Laureado de Madrid (Espanhol: Placa Laureada de Madrid) foi a mais alta condecoração militar por bravura da Segunda República Espanhola. Foi concedido em reconhecimento à ação, individual ou colectiva, para proteger a nação e os seus cidadãos em face do risco imediato de vida do portador. Os elegíveis eram membros das Forças Armadas da República Espanhola e testemunhas confiáveis foram verificadas antes da concessão.[1]

Com o nome da capital da Espanha, simbolizando a coragem e a defesa da República durante o Cerco de Madrid durante a Guerra Civil Espanhola,[2] o Distintivo Laureado de Madrid foi estabelecido em 25 de Maio de 1937 como o equivalente republicano espanhol à Real e Militar Ordem de São Fernando concedido pela monarquia e pelos Franquistas.[3]

Premiados[editar | editar código-fonte]

Um total de 8 pessoas receberam esta medalha:

Distintivo de Madrid[editar | editar código-fonte]

Galhardete do Distintivo de Madrid.

O Distintivo de Madrid foi um prémio relacionado com a placa Laureada[12], criada pela Segunda República Espanhola para recompensar a coragem. Foi concedido ao pessoal da Marinha Republicana Espanhola e embarcações que participaram da Batalha do Cabo de Palos em Janeiro de 1938.[13]

Após a concessão do Distintivo Laureado de Madrid a Luis González de Ubieta, almirante da frota lealista, o Distintivo de Madrid foi concedido aos cruzadores da Marinha Republicana Espanhola Libertad e Méndez Núñez, e os contratorpedeiros Lepanto, Almirante Antequera e Sánchez Barcáiztegui, bem como aos seus tripulantes pelo seu papel na Batalha do Cabo de Palos. Estes navios dali em diante navegariam com um galhardete especial e os homens usariam um distintivo especial em seus uniformes com o velho brasão de armas Madrid.[14]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Luis Grávalos & José Luis Calvo, Condecoraciones Militares Españolas, Editorial San Martin, 1988, ISBN 8471402661
  2. Second Spanish Republic 23 January 1938 Decree
  3. Gazeta da República, núm 145, a 25 de Maio de 1937.
  4. Diario oficial de la República, núm.11 (11 de enero de 1938)
  5. Diário Oficial da República, núm.164 (13 de Junho de 1937)
  6. Diário Oficial da República, nº 28 (28 de Janeiro de 1938)
  7. Diario Oficial de la República, núm.12 (12 de enero de 1939)
  8. Manuel Rubio Cabeza, Diccionario de la Guerra Civil Española 1, Pág. 95. Editorial Planeta, Barcelona, 1987.
  9. Diário Oficial da República, nº 47 (16 de Fevereiro de 1938)
  10. Diário Oficial da República, núm. 243 (31 de Agosto de 1938)
  11. [1]
  12. Legislacíón sobre la Placa Laureada de Madrid y Distintivo de Madrid, Revista de historia militar, ISSN 0482-5748, Nº Extra 2, 2011, pp. 299-316
  13. Second Spanish Republic 23 January 1938 Decree
  14. Enrique García Domingo, Recompensas republicanas por el hundimiento del Baleares, Revista de Historia Naval 1997, Año XV no. 59, pág. 70

Links externos[editar | editar código-fonte]