Divisória Laurenciana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A divisória Laurenciana (verde) estende-se de Triple Divide Peak (Montana) até à costa da península do Labrador no paralelo 60 N, que é o limite norte do oceano Atlântico. A divisória de águas a norte que separa a bacia da baía de Hudson (azul) estende-se até ao limite norte do estreito de Hudson.

A divisória Laurenciana (em inglês: Laurentian Divide ou Northern Divide) é uma divisória de águas que separa a drenagem de águas no leste e sul do Canadá em relação à parte setentrional da Região Centro-Oeste dos Estados Unidos. Água a norte dela flui para o oceano Ártico por rios que vão dar à baía de Hudson ou diretamente ao oceano Ártico. Água a sul da divisória segue para o oceano Atlântico por uma série de rios e lagos, incluindo os Grandes Lagos da América do Norte e o rio São Lourenço a leste, ou pelo rio Mississippi até ao golfo do México, a sul. Algumas fontes consideram a baía de Hudson como parte do oceano Atlântico e não do Ártico, o que tornaria a divisória Laurenciana uma divisória entre mares diferentes do mesmo oceano.[1][2]

A norte e leste, o terminal da divisória é o Cabo Chidley / ilha Killiniq, no mar do Labrador onde este mar, parte do oceano Atlântico, se encontra com o estreito de Hudson, que por sua vez liga a baía de Hudson ao oceano Artico. Segue pelo Canadá oriental, entrando pelos Estados Unidos e reentrando no Canadá antes de terminar nas montanhas Rochosas já na parte ocidental dos Estados Unidos.

Na ilha Killiniq a divisória forma a fronteira ente Terra Nova e Labrador e Nunavut, e uma grande parte da fronteira entre Labrador e Quebec. Segue para oeste para cortar o Quebec e Ontário; marca o limite norte original de ambas as províncias na época da Confederação do Canadá em 1867, embora ambas se tenham expandido significativamente para norte. As águas a leste e sul da divisória seguem para o mar do Labrador, para o golfo de São Lourenço ou para o rio São Lourenço e Grandes Lagos.

Sinal de informação que indica o cruzamento da divisória na autoestrada 101 no Ontário, Canadá

A divisória cruza os Estados Unidos no nordeste de Minnesota, mais precisamente em Height of Land Portage. Perto de Hibbing forma uma tripla divisória no chamado Hill of Three Waters (47°28′18.62″N, 92°57′55.76″W)[3][4][5] onde a bacia hidrográfica do rio São Lourenço e a do rio Mississippi se encontram com a bacia da baía de Hudson. Cruza o extremo nordeste do Dakota do Sul e passa pelo Dakota do Norte[6] no seu canto noroeste. As partes da divisória nos Estados Unidos separam as bacias do rio Rainy e do rio Vermelho do Norte das bacias do Mississippi e Missouri. A divisória forma ainda o limite norte do território negociado na compra da Louisiana.

A divisória cruza partes de Saskatchewan e Alberta antes de reentrar nos Estados Unidos onde encontra a Divisória Continental da América do Norte (a "Great Divide", ou seja, "Grande Divisória") em Triple Divide Peak no Parque Nacional Glacier (Estados Unidos), em Montana.

Referências

  1. Canada's watersheds, The Canadian Atlas Online
  2. The North Saskatchewan River, Great Canadian Rivers
  3. Gonzalez, Mark A. (2003). «Continental Divides in North Dakota and North America» (PDF). North Dakota Geological Survey Newsletter. 30 (1). 5 páginas 
  4. L, Keith. «Hill of Three Waters or the Triple Divide». Historical Marker Database, HMdb.org. Consultado em 17 de junho de 2011 
  5. «7 km NE of Hibbing, Minnesota, United States 7/1/1983». Microsoft Research Terraserver. USGS. Consultado em 17 de junho de 2011. See USGS map sheet "Hibbing Quadrangle", Minnesota-St. Louis county, 7.5 minute series, a marker is located at point labeled "three way watershed marker", a point on the hill about 375 meters south of the truck shop on the property of Hibbing Taconite Iron ore mining company. 
  6. «Continental Divides in North Dakota and North America». NationalAtlas.gov. Consultado em 1 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]