Docenave

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Docenave
Razão social Vale do Rio Doce Navegação S.A.
Empresa de capital fechado
Atividade Transporte marítimo e apoio portuário
Gênero Subsidiária
Fundação 2 de outubro de 1962 (56 anos)
Sede Brasil Rio de Janeiro, RJ
Proprietário(s) Vale S.A.
Website oficial www.docenave.com

Vale do Rio Doce Navegação S.A. também conhecida como Docenave é uma empresa de navegação brasileira.

História[editar | editar código-fonte]

Graneleiro Docebarra construído pelo estaleiro Verolme para a Docenave.

Ela foi fundada em 2 de outubro de 1962, com sede situada no Rio de Janeiro, como uma subsidiária integral da então empresa de economia mista Companhia Vale do Rio Doce, a qual subscreveu 100% de suas ações. [1]

Desde sua criação opera nas áreas de transporte marítimo e apoio portuário. Para ter maior flexibilidade operacional a empresa criou, em 1967, a Seamar Shipping Corporation, sediada na Libéria (uma bandeira de conveniência) que é gerenciada no Brasil pelo grupo Docenave.

Criada para fazer o transporte de minério da Vale do Rio Doce do Porto de Tubarão para o Japão, a Docenave chegou a ter a terceira maior frota de graneleiros do mundo. [2] Os seus navios operavam em todos os continentes, transportando também grãos, óleo e produtos florestais.

No ano de 2001 quando era presidente da empresa Roger Agnelli, foi decidida a venda de toda frota de navios e a paralisação da Docenave.[1] Em 2008 esta decisão foi revista quando parte da produção da Vale do Rio Doce deixou de ser vendida por falta de navios para transporte de minérios. A empresa definiu uma nova classe de navios que recebeu o nome de Valemax e passou a operar diretamente os seus navios.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Docenave (Press Release)». Vale. 7 de março de 2001. Consultado em 20 de abril de 2015 
  2. «Gestão de Agnelli, liquidou Docenave». Brasilianas. 8 de dezembro de 2011. Consultado em 20 de abril de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.