Domalde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Domalde
Rei dos Suíones
"Midvinterblot", quadro monumental de Carl Larsson, inspirado no sacrifício do rei Domalde.
Antecessor(a) Visbur
Sucessor(a) Domar
Casa Casa dos Inglingos

Domalde foi um rei lendário da terra dos Suíones - a Svitjod. Está referido na Ynglingatal do poeta norueguês Tjodolfo de Hvinir do século IX, e na Saga dos Inglingos do historiador islandês Snorri Sturluson do século XIII. Pertenceu à Casa dos Inglingos, sendo filho do rei Visbur, e pai do rei Domar.

A Saga dos Inglingos conta: Domalde sucedeu ao seu pai, o rei Visbur. No seu reinado houve más colheitas, e muita fome e miséria em Svitjod. Para aplacar os deuses, foram feitos muitos sacrífícios em Upsália - No primeiro ano, foram sacrificados bois. No segundo ano, seres humanos. No terceiro ano, o próprio rei Domalde, por decisão dos chefes tribais (hövdingar). As estátuas dos deuses foram salpicadas com o sangue de Domalde, e no ano seguinte voltou a haver uma boa colheita.[1] [2][3]


Referências

  1. Snorri Sturluson. «Ynglinga saga - 18. Dauði Dómalda» (em Nórdico antigo). Heimskringla. Consultado em 28 de janeiro de 2017. 
  2. Ulwencreutz, Lars (2015). «Från Oden till Vasa – Svea Rikes regentlängd». Från Oden till Vasa (em sueco). [S.l.]: Ulwencreutz Media. p. 63. 256 páginas. ISBN 978-1-329-07366-1 
  3. Lagerqvist, Lars; Nils Åberg (2004). «Saga och sägen om våra förhistoriska kungar (Lendas e tradições dos nossos reis pré-históricos)». Litet lexikon över Sveriges regenter (Pequeno léxico dos regentes da Suécia) (em sueco). Boda kyrkby: Vincent. p. 7. 63 páginas. ISBN 91-87064-43-X 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Visbur
Rei da Suécia
século II
Sucedido por
Domar