Dorogoi dlinnoyu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Dorogoi dlinnoyu (em russo Дорогой длинною, e em português, algo como “Pela Longa Estrada”) é uma música composta na década de 1920 pelo compositor russo Boris Fomin e pelo poeta russo Konstantin Podrevskii, e gravada pela georgiana Tamara Tsereteli em 1925[1]. Sua letra trata da reminescência sobre a juventude e o idealismo romântico.

Em 1953 a música ganhou destaque após aparecer no filme “Inocentes em Paris”, estrelado por Alastair Sim e Ronald Shiner.

No Brasil, ela tornou-se famosa na voz de Silvio Santos, em seu programa “Show de Calouros”, quando os jurados do programa eram convocados por Silvio a entrarrem no palco sob a sequência de “lás” (Ex: Pedro de Lara lálálálá-lálálálálá-lálálá...)[2].

Regravações[editar | editar código-fonte]

A música foi regravada em mais de 70 línguas diferentes.

Em 1960, o músico americano Gene Raskin traduziu a canção para o inglês, com o nome Those Were the Days[3], que obteve sua gravação mais notória pela voz da cantora galesa Mary Hopkin.

No Brasil, a música foi regravada pela cantora Joelma Giro, em 1969, com o nome “Aqueles Tempos”[2].

Referências

  1. gypsylyrics.net/
  2. a b guiadoscuriosos.uol.com.br/ E o Sílvio Santos lálálálá… Quem inventou a música do “Show de Calouros”?
  3. spinditty.com/ "Those Were the Days"—How Russian Romance Song Became English