Edmund Landau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edmund Landau
Matemática
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 14 de Fevereiro de 1877
Local Berlim
Morte 19 de Fevereiro de 1938 (61 anos)
Local Berlim
Atividade
Campo(s) Matemática
Instituições Universidade Humboldt de Berlim, Universidade de Göttingen, Universidade Hebraica de Jerusalém
Alma mater Universidade de Berlim
Tese 1899: Neuer Beweis der Gleichung ∑k=1∞μ(k)/k=0
Orientador(es) Ferdinand Georg Frobenius e Lazarus Fuchs[1]
Orientado(s) Paul Bernays, Harald Bohr, Detlef Cauer, Gustav Doetsch, Carlos Grandjot, Adolf Hammerstein, Hans Heilbronn, Grete Hermann, Dunham Jackson, Vojtěch Jarník, Erich Kamke, Aubrey John Kempner, Alexander Ostrowski, Werner Wolfgang Rogosinski, Werner Schmeidler, Carl Ludwig Siegel, Arnold Walfisz, Friedrich Wilhelm Wiener
Conhecido(a) por Teorema do número primo ideal de Landau

Edmund Georg Hermann (Yehezkel) Landau (Berlim, 14 de Fevereiro de 1877 — Berlim, 19 de Fevereiro de 1938) foi um matemático alemão que trabalhou nos campos da teoria dos números e análise complexa.

Publicou mais de 250 trabalhos em teoria dos números.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Edmund Landau nasceu em Berlim. Filho do ginecologista Leopold Landau e sua mulher Johana Jacoby. Landau estudou matemática na Universidade de Berlim, onde obteve um doutorado em 1899 e a habilitação em 1901. Sua tese de doutorado teve 14 páginas. Em 1905 casou com Mariane Ehrlich, filha do biólogo Paul Ehrlich, que foi agraciado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1908.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.