Edviges Jagelão, Eleitora de Brandemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edviges da Polónia
Princesa-Eleitora de Brandemburgo
Reinado 1 de setembro de 1535
a 3 de janeiro de 1571
Antecessor(a) Isabel da Dinamarca, Princesa-Eleitora de Brandemburgo
Sucessor(a) Sofia de Legnica
 
Esposo Joaquim II Heitor, Príncipe-Eleitor de Brandemburgo
Descendência Isabel Madalena
Sigismundo
Edviges
Sofia
Joaquim
Casa Jagelão (por nascimento)
Hohenzollern (por casamento)
Nascimento 15 de março de 1513
  Poznań, Polónia
Morte 7 de fevereiro de 1573 (59 anos)
  Neuruppin, Alemanha
Religião Catolicismo
Pai Sigismundo I da Polônia
Mãe Barbara Zápolya

Edviges Jagelão (em polonês: Jadwiga Jagiellonka, em lituano: Jadvyga Jogailaitė; Poznań, 15 de março de 1513Neuruppin, 7 de fevereiro de 1573) foi princesa da Polônia e princesa-eleitora de Brandemburgo por casamento com Joaquim II Heitor. Ela era filha de Sigismundo I da Polônia e de Barbara Zápolya.

Primeiros anos e propostas de casamento[editar | editar código-fonte]

Edviges nasceu a 15 de março de 1513 em Poznań. Era a filha mais velha do rei Sigismundo I da Polônia da Polónia e da sua esposa, a princesa Barbara Zápolya, irmã do falecido rei João I da Húngria. A sua única irmã, Ana, morreu aos cinco anos de idade. Após a morte da sua mãe, o seu pai casou-se com Bona Sforza, de quem teve seis filhos. Apesar de ter crescido com os seus meios-irmãos, tinha preceptores só para si e recebeu a alcunha de ″reginula″ na corte.[1]

Olaus Magnus, que conheceu Edviges em 1528, descreveu-a como "uma donzela muito bonita e sensata [...] superior a todas as riquezas que acabei de nomear e merecedora de um reino glorioso".[2]

O rei Gustavo I da Suécia estava determinado a fazer dela a sua primeira rainha e pediu-a em casamento. Em 1526, Johannes Magnus foi enviado pelo rei da Suécia à Polónia para iniciar as negociações para o casamento. Apesar da decisão do seu pretendente de moderar as reformas religiosas no seu reino, o pai de Edviges recusou a sua proposta quando soube da relação de Gustavo com a igreja católica, acabando assim com a possibilidade de a tornar rainha da Suécia. Curiosamente, essa posição seria ocupada mais tarde por uma das suas meias-irmãs, a princesa Catarina.[3][3]

Casamento[editar | editar código-fonte]

O pretendente seguinte vinha de Brandemburgo. Foi enviado um católico devoto, Georg von Blumenthal, bispo de Lebus, para dar início às negociações do casamento. A 29 de agosto ou 1 de setembro de 1535, Edviges casou-se com Joaquim II Heitor, príncipe-eleitor de Brandemburgo. A cerimónia realizou-se em Cracóvia. Uma vez que a família de Edviges era católica, Joaquim II prometeu a Sigismundo que nunca obrigaria a sua esposa a mudar de religião e ofereceu-lhe o condado de Ruppin e as cidades de Alt Ruppin e Neuruppin como dote. O contrato de casamento, assinado a 21 de Março de 1535, estipulava que Hedvig tinha permissão para levar padres polacos consigo e tinha toda a liberdade de exercer abertamente a sua religião.[4]

O casamento não agradou à sogra de Edviges, a princesa Isabel da Dinamarca, uma protestante devota, uma vez que eram realizadas cerimónias católicas na sua capela privada. A princesa-eleitora viúva também não se mostrou satisfeita com o facto de Edviges não falar alemão. [5]

Quando se encontrava numa das suas residências de caça, Edviges partiu a coxa e feriu as costas quando o chão da mesma cedeu, acabando por passar os seus restantes vinte-e-dois anos de vida incapacitada. O acidente também provocou a ruptura do seu casamento, que já se encontrava bastante fragilizado devido às diferenças do casal no que dizia respeito à religião e à língua. Edviges foi substituída pela amante do marido, Anna Sydow, que Joaquim passou a tratar como se fosse sua esposa e era reconhecida em público.[5]

Hedvig morreu em Neuruppin a 7 de Fevereiro de 1573, dois anos depois do marido.

É uma das personagens retratadas no quadro "Homenagem Prussiana" de Jan Matejko.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Edviges e Joaquim tiveram seis filhos:

  1. Isabel Madalena de Brandemburgo (6 de setembro de 1537 – 22 de agosto de 1595), casada com o duque Francisco Otto de Brunswick-Lüneburg; sem descendência.
  2. Sigismundo de Brandemburgo (2 de dezembro de 1538 – 14 de setembro de 1566), arcebispo de Magdeburgo e bispo de Halberstadt.
  3. Edviges de Brandemburgo (2 de março de 1540 – 21 de outubro de 1602), casada com Júlio, Duque de Braunschweig-Wolfenbüttel; com descendência.
  4. Sofia de Brandemburgo (14 de dezembro de 1541 – 27 de junho de 1564), casada com Guilherme de Rosenberg, Senhor Rozmberk; sem descendência.
  5. Joaquim de Brandemburgo (1543 – 23 de março de 1544), morreu com poucos meses de idade.
  6. Filha nadomorta (nascida e morta em 1545)

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Edviges da Polónia em três gerações[6]
Edviges da Polónia Pai:
Sigismundo I, o Velho
Avô paterno:
Casimiro IV da Polônia
Bisavô paterno:
Jogaila
Bisavó paterna:
Sofia de Halshany
Avó paterna:
Isabel da Áustria
Bisavô paterno:
Alberto II da Germânia
Bisavó paterna:
Isabel do Luxemburgo
Mãe:
Bárbara Zápolya
Avô materno:
Estêvão Zápolya
Bisavô materno:
László Zápolya
Bisavó materna:
Dorothea
Avó materna:
Hedvig de Cieszyn
Bisavô materno:
Przemyslaus II de Cieszyn
Bisavó materna:
Ana de Varsóvia

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dr. Veress, Endre (1901).
  2. Magnus, Olaus; P. Fisher & H. Higgens (trans. Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "A Description of the Northern Peoples" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "A Description of the Northern Peoples" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  3. a b Deppermann, Klaus; Drewery, Benjamin (1987). Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Roberts" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Roberts" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Roberts" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Roberts" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  4. Smith College. Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Smith" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Smith" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  5. a b Chadwick, Owen (2003). Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Chadwick" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Chadwick" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  6. The Peerage, consultado a 29 de Outubro de 2015
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Edviges Jagelão, Eleitora de Brandemburgo