João Zápolya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Zápolya
Nome nativo Szapolyai János, Ivan Zapoljski
Nascimento 2 de fevereiro de 1487
Castelo de Spiš
Morte 22 de julho de 1540
Sebeș
Cidadania Hungria
Filho(s) João Sigismundo Zápolya
Assinatura
Szapolyai János signature.jpg

João Zápolya (János Zápolya ou Szapolyai, em húngaro) (Castelo de Spiš, 2 de fevereiro de 1487Sebeș, 22 de julho de 1540) foi aclamado rei da Hungria em 1526 por parte da nobreza húngara, em oposição a Fernando I de Habsburgo, que também reivindicou o trono daquele país em 1526.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após a batalha de Mohács e a conseqüente morte do Rei Luís II, o Império Otomano conquistou a maior parte da Hungria, o que levou os Habsburgos a disputar com os otomanos o controle do restante do país. Zápolya, de uma linhagem de senhores feudais e que se havia tornado voivoda da Transilvânia em 1511, fez-se eleger rei da Hungria por uma dieta reunida em Székesfehérvár, em 10 de novembro de 1526, com o apoio de parte da grande nobreza e dos pequenos nobres do país. Este grupo de nobres era contrário a que um soberano estrangeiro fosse eleito rei da Hungria - especificamente, Fernando I. Posteriormente, o próprio Sultão Solimão, o Magnífico passou a apoiar a reivindicação de João ao trono.

Fernando, marido da irmã de Luís II, considerava-se o herdeiro natural do trono húngaro, e também se fez eleger rei da Hungria em Pozsony, em dezembro de 1526. Com a vitória do exército do Sacro Império sobre as tropas de João na batalha de Tokaj, em 27 de setembro de 1527, e a deserção de parte da nobreza húngara - inclusive o novo voivoda da Transilvânia - para o lado de Fernando, este é coroado rei da Hungria em 3 de novembro de 1527.

Assim, em 1528, João aceitou o auxílio turco e logrou reconquistar a planície húngara e a Transilvânia. A associação de João com os turcos causou comoção e terminou por favorecer a causa dos Habsburgos, que repeliram o ataque otomano a Viena em 1529. Os dois lados - Habsburgos e otomanos - celebraram então um acordo secreto (tratado de Nagyvárad) em 24 de fevereiro de 1538, segundo o qual tanto Fernando como João conservariam o título de rei da Hungria e manteriam os territórios que já controlavam. Ademais, João concorda em passar o território sob seu controle para os Habsburgos após a sua morte, reconhecendo Fernando como seu eventual sucessor no trono húngaro; mas quem terminou por sucedê-lo foi seu filho João Sigismundo Zápolya, nascido 15 dias antes da morte do pai.

Precedido por
Luís II
Rei da Hungria
15261540
Sucedido por
João Sigismundo Zápolya