Ekaterina Gamova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ekaterina GamovaVolleyball (indoor) pictogram.svg
Ekaterina Gamova 3.jpg
Informação pessoal
Nome completo Yekaterina Aleksandrovna Gamova Mukasey
Data de nascimento 17 de Outubro de 1980
Local de nascimento    Moscou,RSFS da Rússia
 União Soviética,
Altura 2,04m
Peso 81kg
Posição Oposta
Informações de clubes
Clube atual Aposentada
Número 11
Seleção nacional
1997 - 2014 Rússia Russia
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Sydney 2000 Equipe
Prata Atenas 2004 Equipe
Campeonato Mundial
Ouro Japão 2010 Equipe
Ouro Japão 2006 Equipe
Bronze Berlim 2002 Equipe
Copa do Mundo
Prata Japão 1999 Equipe
Copa dos Campeões
Prata Japão 2001 Equipe
Grand Prix
Ouro Yu Xi 1999 Equipe
Ouro Hong Kong 2002 Equipe
Prata Manila 2000 Equipe
Prata Andria 2003 Equipe
Prata Reggio Calabria 2006 Equipe
Prata Tóquio 2009 Equipe
Bronze Macau 2001 Equipe
Campeonato Europeu
Ouro Itália 1999 Equipe
Ouro Bulgária 2001 Equipe
Bronze Croácia 2005 Equipe
Bronze Bélgica/Lux. 2007 Equipe
Montreux Volley Masters
Ouro Suiça 2002 Equipe
Prata Suiça 2001 Equipe
Prata Suiça 2000 Equipe
Copa Yeltsin
Ouro Yekaterinburg 2008 Equipe
Ouro Yekaterinburg 2010 Equipe

Ekaterina Aleksandrovna Gamova-Mukasey (em russo: Екатерина Александровна Гамова Мукасе́й) (Chelyabinsk, 17 de outubro de 1980), é uma ex-jogadora de voleibol da Rússia que atuava como oposta. Tem 2,02 metros de altura, 81 quilos e pés tamanho 49 [1]. Desde 2010 defende o clube do Dinamo Kazan, da Rússia, onde conquistou a Champions League e o Campeonato Mundial de Clubes no ano de 2014 (em ambas as competições foi eleita a MVP) além de 5 Campeonatos Russos e 2 Copas da Rússia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Gamova começou a jogar vôlei aos 9 anos de idade no clube infantil de sua cidade natal Chelyabinsk e foi treinada por sua tia Lioubov Gamova.Por conta de sua altura (com oito anos já media 1,70) começou a se profissionalizar e em 1998 aos 18 anos foi para o Ularochka NTMK Ekaterinburgo , onde era treinada pelo lendário Nikolay Karpol. Ganhou o Mundial Sub-20 em 1999 em cima do Brasil (onde anos mais tarde veria ser sua principal vítima em jogos decisivos) onde ganhou o prêmio de Maior Pontuadora. Neste mesmo ano foi convocada para a seleção russa principal onde ganhou a medalha de ouro no Grand Prix e o ouro no Campeonato Europeu.

No ano seguinte foi convocada para o Grand Prix onde ganhou a prata perdendo a final para Cuba. Participou dos Jogos Olímpicos de 2000 onde foi até a final,mas pela 2ª vez no ano foi derrotada pela Seleção Cubana.[2]

No ano de 2002 já firmada na seleção , Gamova foi , bronze no Campeonato Mundial e bronze no Grand Prix . No ano de 2004 disputou novamente a final das Olimpíadas e novamente foi derrotada na final,desta vez para Seleção Chinesa.[3]

Em 2006 ganhou a medalha de prata no Grand Prix perdendo a final para o Brasil. Essa final se repetiu no Campeonato Mundial só que desta vez Gamova ganhou o maior título da sua carreira.Competiu nos Jogos Olímpicos de 2008 onde não conseguiu repetir o feito de 4 anos atrás e amargou a 5ª colocação no torneio.

No ano de 2010 conquistou pela segunda vez o Campeonato Mundial ,onde na final fez a maior partida de sua carreira ,marcou 35 pontos e venceu novamente a Seleção Brasileira e acabou sendo eleita a MVP da competição além de ter sido escolhida como Atleta do Ano na Rússia. Após a conquista em uma entrevista concedida ao site Lance!Net, declarou não simpatizar com as brasileiras.[4] Alguns meses depois ao Sportv confessou, que gostaria de vencer uma final olímpica contra o time brasileiro. Em 2012 disputou os Jogos Olímpicos onde nas quartas de final, de forma irônica, perdeu o jogo para a Seleção Brasileira . Depois desta partida anunciou sua aposentadoria da Seleção.A atleta alegou como motivos de seu desligamento o cansaço e o sonho de se tornar mãe.

Em 2014 retorna para seleção nacional. Seu retorno foi especialmente para o Campeonato Mundial de Vôlei que ocorreu na Itália[5],mas o desempenho da Russia e principalmente de Gamova foi abaixo do esperado e após 2 títulos consecutivos as russas amargaram a 5ª colocação. Antes desta competição envolveu-se em uma polêmica com o treinador Zé Roberto. Em uma ocasião o técnico concedeu entrevista sobre a possibilidade da russa voltar a defender a seleção no Mundial. Zé declarou que a volta de Ekaterina custaria "um caminhão de dinheiro" para a Federação Russa. Irônica Gamova rebateu o treinador, mas após o ocorrido o técnico acabou se desculpando com a atleta.

Houve rumores sobre um possivel retorno para os Jogos Olímpicos de 2016, porém no dia 18 de maio de 2016 anunciou sua aposentadoria das quadras aos 35 anos de idade[6]. "Não posso jogar as Olimpíadas por conta de problemas de saúde. A decisão foi tomada nos últimos dias. Houve uma conversa com o treinador sobre isso. Foi uma decisão difícil, mas eu acredito ser certa porque pensei muito nisso. Houve uma discussão longa sobre minha participação na preparação pré-olímpica. Para o treinador, também foi uma decisão difícil" - afirmou.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube País Temporadas
Avtodor-Metar  Rússia 1996 - 1998
Uralochka-NTMK 2  Rússia 1998 - 2000
Uralochka-NTMK  Rússia 2000 - 2003
Dynamo Moscow  Rússia 2003 - 2009
Fenerbahçe Acıbadem  Turquia 2009 - 2010
Dinamo Kazan  Rússia 2010 - 2016

Gamova é conhecida pelo seus poderosos ataques na ponta, uma oposta que ataca a 3,21 nas pontas seguindo o tradicional estilo russo, que para o vôlei moderno já não é tão usado. Foi MVP (Most Valuable Player) do Mundial de Vôlei no Japão (2010) e foi eleita a atleta do ano na Rússia em 2010.

Gamova, competindo nas Olimpíadas de 2008.

Premiações individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. NVPress (in Russian)
  2. (em inglês) «Cuba Cruises to Third Straight Gold». nytimes.com. Consultado em 28 de Agosto 2015. 
  3. (em inglês) «After trailing by two sets, China beats Russia for gold». sptimes.com. Consultado em 28 de Agosto 2015. 
  4. (em português) «Gamova: 'O Brasil é um time com o qual não simpatizo'». lancenet.com. Consultado em 28 de Agosto 2015. 
  5. (em inglês) «Gamova changes her mind, joins Russian national team for World Championship». fivb.org. Consultado em 24 de Agosto 2015. 
  6. (em russo) «Гамова Завершила Карьегу». sport-express.ru. Consultado em 18 de Maio 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Volleyball.png Este artigo sobre um(a) voleibolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.