Embaixadores da Alegria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Embaixadores da Alegria
Fundação 1948 (69 anos)[1]
Cores Vermelho e Branco
Símbolo Cartola
Bairro Santa Quitéria

A Associação Cultural Carnavalesca Embaixadores da Alegria ( anteriormente denominada Sociedade Cultural Carnavalesca Embaixadores da Alegria) é uma tradicional escola de samba da cidade de Curitiba.[2]

Atualmente é a escola de samba mais antiga de Curitiba em atividade.

História[editar | editar código-fonte]

Segundo a Fundação Cultural de Curitiba, a Embaixadores foi fundada em 1948 por José Cadilhe de Oliveira (recém chegado de Ponta Grossa) e Glauco Souza Lobo, no Bar e Confeitaria Stuart, a partir de um batuque improvisado com garrafas de cerveja e caixinhas de fósforo.[3] O reduto na época era o Bar do Stuart, como ponto de encontro e de reunião.

Em seu primeiro ano, desfilou como bloco, com o nome de Cevadinhas do Amor, desfile esse que contou com 38 figurantes fantasiados de garrafas de cerveja. As fantasias foram patrocinadas pelas cervejarias Brahma e Antarctica.[3]

Ainda como Cevadinhas do Amor, firmaram com reduto na Sociedade Seminário.

Já o nome Embaixadores decorreu de que, quando o bloco participava dos bailes Carnavalescos no Clube Curitibano, animavam tanto o local que todos diziam ... “chegaram os embaixadores da alegria!”. Posteriormente em uma reunião, depois de dois ou três anos, José Cadilhe deu a sugestão de mudar o nome para Embaixadores da Alegria. No início teve resistência pois muitos achavam que o nome era muito comprido, mas José Cadilhe convenceu que com este nome iria empolgar mais, vencendo o pleito e mudando o nome em definitivo de Embaixadores da Alegria.

Já como Embaixadores da Alegria, mudaram seu reduto para a Sociedade Thalia, onde permaneceram por aproximadamente 12 a 13 anos.[4]

Em 2008, completou 60 anos de existência, desfilando com um enredo que contou a trajetória da escola. Nesse ano, obteve a segunda colocação do Grupo Especial.

Entre 2004 e 2007, foi tetracampeã do carnaval curitibano. Destaque para o ano de 2006, quando trouxe o enredo Água, a essência da vida.

Tem em média, desfilado anualmente com aproximadamente 400 componentes.

Desde a sua fundação até 2017, a Embaixadores da Alegria conquistou 9 títulos de Curitiba, 3 títulos Estadual e ao menos 20 Vice campeonatos.

A família D'Avilla, entrou na Embaixadores em 1979 e por muitos anos quem comandou a Escola. o casal Deuci D'Avilla & Edson D"Avilla entraram na escola em 1979 e ambos faleceram em dezembro de 1999 ( Deuci em 25 de dezembro e Edson em 13 de dezembro). O presidente mais conhecido, foi Saul D'Avilla, faleceu em 26 de Fevereiro de 2017 (domingo), um dia após o desfile Espetacular da Embaixadores na Avenida Marechal Deodoro (fonte sobre família D'Avilla - Susy D'Avila).

Lembrando que no Carnaval de 2017, não houve campeonato, houve apenas desfile mas isto não impediu da Embaixadores de desfilar com afinco, sendo seu samba enredo, considerado um dos melhores na avenida.

Os Ensaios públicos geralmente iniciam no fim de novembro até o Carnaval. Já o Barracão inicia suas atividades em Julho. O Ateliê inicia suas atividades em abril.

Em 2015 ,após a eleição de Yrraja Carvalho para presidente, alterou seu estatuto social alterando o termo Sociedade Cultural Carnavalesca Embaixadores da Alegria para Associação Cultural Carnavalesca Embaixadores da Alegria

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Glauco Lobo 1981 - 1982
Neuci D'ávila 1983 - 1999
Susy D'Ávila 2000-2001
Saul D'Ávila 2002-2010
Susy D'Ávila 2011 [5]
Alberto Neumann 2012- 2013 [6]
Susy D'Ávila 2014
Tays D'Avila 2015
Yrraja Carvalho 2016
Ronaldo Salvatori 2017-atualidade

Presidentes de honra[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Saul D'Ávila in memorium [7]

Diretores[editar | editar código-fonte]

ano Presidente Diretor de Carnaval Diretor de harmonia Mestre de bateria Ref
2014 Alberto Neumann Saul D'Ávila Rogério
2015 Thaís D'Avilla Saul D'Avilla Rogério
2016 Yrrajá Carvalho Marcio Brinco
2017 Ronaldo Salvatori Marcio Brinco e Rogério
2018 Ronaldo Salvatori

Coreógrafo Comissão de Frente[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Componentes
2014 Ronaldo
2015 Ronaldo
2016 Ronaldo
2017 Thais Valentini Thaina, Anne, Pamela, Marcos, Mayara & Mayara
2018 Thais Valentini
2019

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Primeiro Casal Segundo Casal Terceiro Casal Casal Mirim Ref
2004 Allyson & Jessyca
2005 Allyson & Jessyca
2006 Marlon & Jessyca
2007 Marlon & Jessyca
2008 Marlon & Jessyca
2009 Marlon & Jessyca
2010 Marlon & Jessyca
2011 Marlon & Jessyca
2012 Marlon & Fernanda Blanco
2013 Marlon & Jessyca
2014 Yrraja & Karina Marlon & Jessyca Jean & Luana ---------------
2015 Yrraja & Jessyca Marlon & Luana Marcelo & Franciele ---------------
2016 Marlon & Jessyca Marcelo & Luana Denner & Fran Rhyan & Pietra
2017 Patrick e Jessyca Diego & Estefani Rhyan & Pietra
2018

Cortejo da Escola[editar | editar código-fonte]

Ano Rainha Madrinha Musa Primeira Princesa Segunda Princesa
2008 Daniele A. Sansoni
2009
2010 Daniele A. Sansoni
2011
2012
2013 Francielle Keyse
2014 Francielle Keyse
2015 Celia Pereira Francielle Keyse Maria Janaina Cristianne Magalhães
2016 Mony Golden Cristianne Magalhães Daniele A. Sansoni
2017 Mony Golden Cristianne Magalhães Daniele A. Sansoni
2018

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Embaixadores da Alegria
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
1957 Vice-campeã A
1959 Vice-campeã A
1960 Vice-campeã A
1961 Vice-campeã A
1963 Vice-campeã A
1965 Vice-campeã A
1966 Vice-campeã A
1968 Vice-campeã A
1969 Vice-campeã A
1981 A Se as rosas não falam, nem podem chorar, verde que te quero rosa, minha escola vai cantar Glauco Lobo
1982 A Glauco Lobo
1983 A Deuci D'Avilla
1984 4º lugar A Gillda sem nome Celso Filho
1985 4º lugar A De Cadilhe a Cadilhe
1986 4º lugar A Das flores ao arco iris
1987 3º lugar A O palhaço, o que é
1988 (P) A  Homenagem aos senhores da america, herança de um povo
1989 Vice-campeã A Luar do sertão
1990 Vice-campeã A Entre o céu e a terra, todas as belezas do carnaval
1991 Campeã A Vem que te quero festa- tudo é carnaval
1992 Campeã A Desembrulhando as balas Zequinhas
1993 Vice-campeã A
1994 Vice-campeã A

(campeã estadual)

1995 Vice-campeã A

(bi campeã estadual)

1996 Campeã A

(tri campeã estadual)

1997 Campeã A Teu canto me seduz (titulo dividido com o Colorado)
1998 Campeã A A lenda de Muirakitã
1999 A Um bombardeio de felicidade
2000 Vice-campeã A Brasil, Amanhã Paz e União [2]
2001 Vice-campeã A Está escrito nas estrelas [2]
2002 3º lugar A Grandes amores [2]
2003 Vice-campeã A Travessa Leitner
2004 Campeã A A lenda de São Jorge [2]
2005 Campeã A A história dos grandes amores [2]
2006 Campeã A Água, a essência da vida [2]
2007 Campeã A Ka'á-Erva sagrada [2]
2008 Vice-campeã A Seis décadas de alegria [2]
2010 Vice-campeã A A paz é verde - Reverencia a sagrada terra e clama pelo fim da destruição. [8][9]
2011 Vice-campeã A Mérica, que coisa é essa Mérica? Da fome às três santas felicidades.... [10][11]
2012 4º lugar A Entre sonhos e ilusões... Revivendo carnavais, viajando nos textos de Aramis Millarch. [12][13]
2013 3º lugar A Hoje tem palhaçada? Tem sim senhor... A Embaixadores é Só Alegria [12][14]
2014 3º lugar A Sobre nosso olhar e inspiração... A essência dá o tom da folia Suzy D'Ávila Jose da Cruz [15][16][17]
2015 A O Alafin de Oyó – Uma viagem à terra mística do Rei Xangô Suzy D'Ávila
2016 4º lugar A Façam suas apostas, o jogo da vida vai começar, a Embaixadores chega para jogar Ronaldo Salvatori
2017 sem competição A Embaixadores da Alegria canta Luiz Gonzaga Ronaldo Salvatori
2018 A Ronaldo Salvatori

Referências

  1. «Escola mais antiga, Embaixadores da Alegria celebra 65 anos». Gazeta do Povo. 5 de fevereiro de 2013. Consultado em 9 de abril de 2013 
  2. a b c d e f g h i «Embaixadores da Alegria». Brasil Carnaval. Consultado em 28 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2009 
  3. a b [1]
  4. [2]
  5. http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1084981
  6. http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2012/02/escola-de-samba-contesta-resultado-do-carnaval-2012-de-curitiba.html
  7. http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/embaixadores-da-alegria-comemora-65-anos/28504
  8. «Acadêmicos da Realeza é a campeã do carnaval de Curitiba». Fundação Cultural de Curitiba. 4 de fevereiro de 2010. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  9. Daniel Derevecki (14 de fevereiro de 2010). «Acadêmicos da Realeza é a campeã do Carnaval de Curitiba». Gazeta do Povo. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  10. http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1084981
  11. «O Carnaval de Curitiba desfila na Avenida Cândido de Abreu». Fundação Cultural de Curitiba. 17 de fevereiro de 2011. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  12. a b http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2012/02/escola-de-samba-contesta-resultado-do-carnaval-2012-de-curitiba.html
  13. «Carnaval curitibano toma conta da Avenida Cândido de Abreu». Fundação Cultural de Curitiba. 16 de fevereiro de 2012. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  14. Raphael Marchiori (10 de fevereiro de 2013). «Hoje tem palhaçada? Embaixadores da Alegria levanta o público na avenida». Gazeta do Povo. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  15. Fernando Castro (27 de fevereiro de 2014). «'Escola familiar', Embaixadores da Alegria faz carnaval falando de arte». G1. Consultado em 29 de março de 2014 
  16. «Mocidade Azul é a escola campeã do carnaval 2014 de Curitiba». G1. 2 de março de 2014. Consultado em 29 de março de 2014 
  17. «Mocidade Azul é a escola campeã do Carnaval 2014». Fundação Cultural de Curitiba. 2 de março de 2014. Consultado em 29 de março de 2014 

Links[editar | editar código-fonte]