Emilio Fraia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Emilio Fraia (São Paulo, 1982) é um escritor, editor e jornalista brasileiro.

Trabalhou como redator-chefe e editor de literatura da revista Trip, foi editor de artes visuais da revista Bravo!, além de colaborar com a revista Piauí. Editou a revista literária Givago, que divulgou novos autores no período entre 1999 e 2005[1].

Escreveu o romance O verão do Chibo (Alfaguara, 2008), em parceria com Vanessa Barbara[2], finalista do Prêmio São Paulo de Literatura.

Foi um dos autores selecionados para a coletânea Os melhores jovens escritores brasileiros da revista britânica Granta. É autor também da graphic novel Campo em Branco (Companhia das Letras, 2013, em parceria com o quadrinista DW Ribatski).

Entre 2009 e 2013, foi editor de literatura da Cosac Naify. Publicou no Brasil autores como Enrique Vila-Matas, Antonio Tabucchi, Macedonio Fernández, William Kennedy, Valter Hugo Mãe, Alan Pauls, entre outros.

Atualmente é editor da Companhia das Letras.

Obras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Emilio Fraia - FLIP 2008
  2. Veja perfil de Emilio Fraia. Folha de S. Paulo, 1 de julho de 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.