Enurese noturna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Enurese noturna
Sinónimos Incontinência urinária noturna, xixi na cama
Especialidade Pediatria, psiquiatria, urologia
Classificação e recursos externos
DiseasesDB 4326
MedlinePlus 003144
eMedicine 1014762
MeSH D053206
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Enurese noturna é a persistência de micções involuntárias durante o sono após a idade em que a criança já deveria ser capaz de controlar a bexiga. A enurese em crianças e adultos pode resultar em stresse emocional.[1] Entre as possíveis complicações estão infeções do trato urinário.[1]

A maior parte dos casos deve-se a atrasos no desenvolvimento, e não a um problema emocional ou condição física. Só 5 a 10% dos casos de enurese noturna têm uma causa médica específica.[2] A condição está em muitos casos associada a antecedentes familiares.[3] A enurese noturna é considerada primária (ENP) quando a criança ainda não passou por um período prolongado sem urinar. É considerada secundária (ENS) quando a criança ou adulto começa a urinar depois de se ter mantido seco durante um período prolongado.

Dependendo da gravidade do caso e da causa subjacente, os tratamentos disponíveis vão desde terapia comportamental, como a simples utilização de um alarme urinário, até medicação, como terapia de substituição hormonal. Uma vez que na grande maioria dos casos a enurese é apenas um atraso no desenvolvimento, a maior parte dos tratamentos destinam-se a melhorar a auto-estima.[2] As recomendações de tratamento aconselham o médico a alertar os pais para as consequências psicológicas que a pressão, humilhação ou castigos podem ter na criança, quando na realidade ela não consegue controlar a condição.[2]

A enurese noturna é uma das queixas mais comuns durante a infância.[4][5] A maior parte das raparigas consegue controlar a bexiga entre os 4 e os 7 anos de idade e os rapazes entre os 4 e 6 anos. Por volta dos dez anos de idade, 95% das crianças já se consegue manter seca. Entre os adultos, a prevalência de enurese noturna é de 0,5 a 2,3%.[6]

Referências

  1. a b «Definition & Facts for Bladder Control Problems & Bedwetting in Children». National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases. Setembro de 2017. Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2017 
  2. a b c Johnson, Mary. «Nocturnal Enuresis». www.duj.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2008. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2008 
  3. «Bedwetting». The Royal Childrens Hospital Melbourne. Consultado em 20 de outubro de 2009. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2008 
  4. Reynoso Paredes, MD, Potenciano. «Case Based Pediatrics For Medical Students and Residents». Department of Pediatrics, University of Hawaii John A. Burns School of Medicine. Consultado em 28 de maio de 2010. Cópia arquivada em 30 de maio de 2010 
  5. «Nocturnal Enuresis». UCLA Urology. Consultado em 28 de maio de 2010. Cópia arquivada em 7 de julho de 2010 
  6. «Pediatric Education». www.pediatriceducation.org. Consultado em 2 de fevereiro de 2008. Cópia arquivada em 15 de fevereiro de 2008